BUSCAR
BUSCAR
2022
Walter confirma pressão de MDB do Nordeste por aliança com PT
Ele afirmou que rompimento entre siglas, que culminou com impeachment de Dilma em 2016, foi superado
Adja Brito
29/12/2021 | 08:07

O presidente estadual do MDB no Rio Grande do Norte, deputado federal Walter Alves, comentou sobre nota do colunista Guilherme Amoedo, do Metrópoles, em que este aponta que há uma pressão de políticos emedebistas nordestinos para que o partido passe a apoiar a pré-candidatura do petista Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República já no primeiro turno. A condição para não se concretizar tal hipótese seria, até abril, portanto, no primeiro trimestre de 2022, a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) se mostrar viável, o que significaria, para esse grupo, passar dos 8% de intenção de votos.

Ao AGORA RN, Walter Alves disse que o cenário posto pelo colunista brasiliense é um processo natural e acredita que haverá a existência de pressões, ressaltando que Lula está muito próximo ao MDB, sobretudo no Nordeste, e mais especificamente em Alagoas e no Rio Grande do Norte.

Para justificar a aproximação, o deputado federal potiguar lembrou da passagem, em agosto, do ex-presidente Lula pelo Rio Grande do Norte, onde participaram de um jantar. “Notório que tivemos um jantar promissor com Lula”, pontuou, ressaltando a longa conversa sobre a política nacional e local que Lula teve com o ex-senador Garibaldi Filho.

Questionado sobre o rompimento do MDB com PT, articulado por Michel Temer há cinco anos e culminou com o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), inclusive tendo o então senador Garibaldi Alves, que foi ministro do governo petista, votado pelo impeachment da ex-presidente, o comandante do MDB no RN afirmou que tal episódio já foi superado.

“Este ano, o PT anunciou apoio à candidatura do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa pela presidência da Câmara Federal”, lembrou o emedebista potiguar, argumentando ser natural as conversas em torno das pré-candidaturas, mas a concretização mesmo só vai acontecer a partir de abril do ano que vem.

Ao mesmo tempo que afaga Lula, Walter elogia sua colega de partido, apostando no nome de Tebet e na consolidação de sua candidatura à presidência da República. “É um excelente nome. A senadora é ficha limpa, uma pessoa que tem serviços prestados ao nosso país, está preparada para disputa e tem capacidade de aglutinar”, afirmou Walter, evidenciando que a senadora participou ativamente da CPI da Covid-19 no Senado e fez brilhante trabalho, sendo uma das parlamentares que mais se destacou.

Vale esclarecer que a aliança com o petista é fundamental para definir os palanques no Estado e para não haver disputas com nomes do PT, que apoiados por Lula, podem atrapalhar emedebistas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.