BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Veterinário lança pré-candidatura a vereador para defender causa animal
Dr. Milano Máximo diz que o interesse pela política surgiu quando ele percebeu que, atualmente, não há nenhum vereador em Natal que lute em prol da causa animal
Redação
10/08/2020 | 22:16

Com 17 anos de atuação em Natal, o médico veterinário Milano Máximo se prepara agora para um novo desafio em sua trajetória de militância na causa animal. Após realizar mais de 40 mil cirurgias em sua clínica na capital potiguar, muitas das quais cobrando apenas uma tarifa social, ele vai buscar apoio popular para ampliar o trabalho em defesa dos bichos.

Filiado ao Partido Verde, Dr. Milano, como é mais conhecido nas redes sociais, vai tentar conquistar uma vaga na Câmara Municipal de Natal.

Ao Agora RN, ele conta que será sua primeira experiência na política após quase duas décadas de dedicação ao tratamento dos animais. “Após me formar na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) [na Paraíba], eu cheguei a Natal em 2003. Dois anos depois, abri uma clínica veterinária, que funciona até hoje. E há dez anos sou ativista da causa animal. Faço um trabalho junto aos protetores de animais da cidade”, conta Milano.

Ele diz que o interesse pela política surgiu quando ele percebeu que, atualmente, não há nenhum vereador em Natal que lute em prol da causa animal.

“Existe uma carência de representação política. Senti como se fosse uma missão. Me vi como a única pessoa com propriedade para representar a causa animal e fazer alguma coisa”, declara o médico veterinário.
Dr. Milano conta que, se for eleito vereador para a Câmara Municipal, poderá ampliar o trabalho que já realiza atualmente em Natal.

“Dentro das possibilidades, cheguei ao meu limite. Então, vi essa possibilidade de chegar à Câmara como uma forma de fazer mais”, comenta o médico veterinário.

Ele afirma, ainda, que a defesa da causa animal também é questão de saúde pública – daí a importância de uma dedicação maior ao tema. Dr. Milano chama atenção principalmente para a problemática em torno do abandono de animais em Natal. “Ninguém liga para essa questão (no ambiente político). Quanto mais animais nas ruas, maior o risco de doenças e transmissão para seres humanos”, ressalta.

Na avaliação de Dr. Milano, a gestão pública municipal precisa investir na conscientização da população sobre os riscos à saúde do abandono de animais. “Outra coisa é criar punições para tentar coibir que o abandono aconteça. E é preciso dar também condições de as pessoas terem animais em casa”, defende o veterinário.

Milano Máximo defende que Natal tenha um hospital veterinário público, que possa realizar consultas e procedimentos em animais de forma gratuita para os tutores.

Ele lembra também que, por iniciativa do ex-vereador Sandro Pimentel, atual deputado estadual, Natal avançou com políticas de controle populacional de animais, através dos castra-móveis, mas que atualmente os equipamentos estão abandonados.

“A prefeitura nunca teve interesse de colocar para a frente. Temos dois castra-móveis que estão virando sucata no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ)”, ressalta.

Em relação ao CCZ, Dr. Milano Máximo diz que, se for eleito vereador, também vai cobrar melhoras na estrutura do local. “É um descaso total atualmente. Os próprios funcionários trabalham de forma insalubre, sendo que se trata de um órgão de saúde pública”, frisa.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.