BUSCAR
BUSCAR
Bastidores
Vaidade, baixo-astral e revanchismo: Por que a Globo ‘demitiu’ Faustão?
Uma tese que circula nos bastidores da Globo é a de que a cúpula da emissora teria feito uma série de queixas do comportamento de Faustão e proposto que sua saída fosse antecipada para o final de agosto
Notícias da TV
18/06/2021 | 13:27

Uma pergunta de US $ 1 milhão desde a tarde de quinta 17, quando a Globo comunicou a antecipação do contrato final de Fausto Silva , é: por que a emissora tomou essa decisão? Por que dispensar um apresentador de 32 anos de casa dois dias após ele deixar o hospital, sem lhe dar direito de despedida, em uma nota curta e grossa à imprensa?

A decisão de encurtar o contrato de Fausto Silva, que iria até ao final do ano, foi tomada na quarta-feira 16. Houve uma reunião entre os principais executivos da emissora e até então titular do Domingão. Pode apostar que o caldo entornou, algo muito grave aconteceu.

Uma tese que circula nos bastidores da Globo é a de que a cúpula da emissora teria feito uma série de queixas do comportamento de Faustão e proposto que sua saída fosse antecipada para o final de agosto, quando acaba no Super Dança dos Famosos. Fausto não gostou da ideia e sugeriu, ele mesmo, que a rescisão ocorresse agora.

Isso é suposição, não é informação oficial do Globo ou do apresentador, que estava incomunicável ontem, talvez por alguma cláusula de sigilo costurada no acordo rescisório. Mas um detalhe no comunicado em que a Globo dispensou Fausto corrobora para a tese: o distrato foi uma decisão em comum acordo entre as duas partes.

Uma mudança e tanto para Fausto Silva, que na terça-feira 15, logo após sair do Hospital Albert Einstein, se reuniu com sua equipe para preparar o programa do próximo domingo. Uma mudança e tanto para uma emissora que costuma cumprir contratos e acordos –e o combinado era que o Domingão do Faustão iria até 26 de dezembro.

A verdade é que a relação entre o Globo e Fausto Silva estava se desgastando com o tempo. O apresentador não gostou de ter seu programa reduzido de três para duas horas no ano passado, de perder uma hora para o Fantástico. Detestou ter que gravar seu programa às sextas. Isso acabou com o tesão do dono do bordão “quem sabe faz ao vivo”, que passou a ser podado na edição.

Gostou menos ainda quando, em janeiro deste ano, o diretor artístico Ricardo Waddington informou que uma Globo decidiu reestruturar sua programação dominical em 2022 e que não haveria mais espaço para o Domingão. Fausto não aceitou proposta e decidiu encerrar seu contrato no final do presente ano . Para a Globo, sua vaidade falou mais alto.

A rede do plim-plim, que pretendia manter Faustão em sua linha de shows, ficou muito incomodada porque o apresentador vazou a informação, dando a honra do furo jornalístico a esse redator e ao colunista Flávio Ricco, do portal R7. A ideia da emissora era guardar essa informação o máximo possível.

Contrato com a Banda azedou em relação entre Fausto e Globo

O desconforto aumentou no final de abril, quando Fausto Silva tornou-se público que havia fechado um contrato de cinco anos com uma banda, a partir de 2022. Para executivos da Globo, perdão o revanchismo. Não ficou bem para a emissora esse anúncio tão antecipado, oito meses antes do final do contrato.

A insatisfação da Globo só aumentou. Seus executivos não digeriram como saudações expressas a diretores da Band e, menos ainda, falas do tipo “até o final do ano estamos aqui”. Era visível a falta de entusiasmo de Faustão para comandar o Domingão. Parecia que ele estava cumprindo a tabela.

Os anúncios da saída da Globo e da ida para a Banda e o baixo-astral de Faustão à frente do Domingão “contaminaram” o mercado e criaram problemas para a casa. Projetos publicitários não foram fechados por causa disso. Para o departamento comercial, ficou difícil vender um programa que sempre foi sucesso nas agências publicitárias, sempre entre os maiores faturamentos da emissora.

Na Globo, há quem diga que o bom desempenho de Tiago Leifert à frente do último Domingão e o estado de saúde de Fausto Silva, que ainda se recupera de infecção urinária, também pesaram na decisão de enquadrar o apresentador e antecipar sua saída.

Leifert traz um público mais jovem para a programação da Globo e também é queridinho das marcas. E não custa R $ 5 milhões por mês, como o Faustão. Enfim, a resposta para a pergunta de US $ 1 milhão é uma somatória de muitos fatores.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.