BUSCAR
BUSCAR
Golpe
Tenista leva golpe milionário após mulher se passar por Alessandra Ambrósio: “Para mim, era ela”
Rapaz acreditava namorar a modelo à distância; a mulher tirou cerca de R$ 4,3 milhões do atleta
Agência O Globo
25/11/2021 | 19:10

O italiano Roberto Cazzaniga acreditou por 15 anos que estava namorando à distância a modelo brasileira Alessandra Ambrosio. Após tomar ciência do golpe, ele recebeu uma festa de seus amigos e parentes. A farsa foi desmascarada durante a gravação do programa “Le Iene”, da emissora “Mediaset”. Ao final da reportagem, o atleta foi levado pelo jornalista Ismaele La Verdera à quadra onde joga vôlei, onde as pessoas próximas estavam reunidas com o objetivo de animá-lo.

Durante o tempo que foi enganado, Roberto enviou 700 mil euros (R$ 4,3 milhões) para a estelionatária, que pedia ajuda financeira para custear tratamentos de supostos problemas cardíacos. Ela usava fotos da modelo brasileira para se identificar, mas se apresentava com o nome “Maya”.

Segundo a imprensa local, uma suposta amiga de Roberto, chamada Manuela, participou do golpe. Ela foi procurada pelo “Le Iene”, mas negou que conhecesse o jogador e chegou a correr do cinegrafista. O repórter, então, mostrou à vítima a declaração de Manuela, deixando-o abalado. Aliás, foi esta mulher quem teria apresentado Roberto à estelionatária, moradora de Sardenha, uma ilha italiana no Mediterrâneo.

A falsa modelo foi identificada como Valeria Satta, que também tentou se esquivar dos questionamentos do programa televisivo. A reportagem indagou por que ela recebia o dinheiro de Roberto, ao que a acusada respondeu: “Enfim, seja o que for que eu fale, acho que você não acredita em mim”.

O outro lado

O jogador, por sua vez, revelou em entrevista como se apaixonou pela mulher – que na verdade era uma estelionatária que usava fotos Ambrosio na internet. Cazzaniga contou que os dois nunca se encontraram, já que ela sempre criava desculpas, porém, a voz ao telefone foi o suficiente para despertar sentimentos.

“Não, nós nunca nos conhecemos. Nunca. Ela deu mil desculpas, como doença e trabalho. E ainda assim me apaixonei por aquela voz, uma chamada após a outra. O contato era apenas no celular, quase que diariamente. Ligava antes de eu ir treinar ou à noite, na hora de dormir. Como ela me tirou todo esse dinheiro? Nem sei ao certo, mil euros aqui, outros dois mil ali… No final chegamos a um total de 700 mil. Passado este pesadelo, é como se tivesse acordado de um coma que me fez perder décadas de vida”, contou ele ao jornal Corriere Della Sera.

O golpe começou em 2008, quando uma amiga dele, Manuela, compartilhou o telefone dele com uma mulher que gostaria de conhecê-lo. Ela se apresentou como Maya, mas depois afirmou que o nome era um pseudônimo para Alessandra Ambrosio, a modelo brasileira. O caso agora é investigado pela polícia local. “Nunca tive dúvidas. Para mim, era ela. Aquela voz me deixou à vontade e me confortou. Me pedia dinheiro com desculpas plausíveis, como quando teve que dar um presente, mas o caixa eletrônico foi bloqueado. Mas era impossível vê-la devido às suas constantes viagens de negócios e uma grave doença cardíaca. Ela me dizia que ficava hospitalizada com frequência”, disse ele.

O atleta chegou a fazer empréstimos e pedir dinheiro aos pais, irmão e amigos para agradar a golpista. De início, os companheiros do time New Matter faziam piadas sobre a Maya de quem ele falava tanto, mas ninguém conhecia. A insistência em pedir dinheiro, porém, ligou um alerta depois de tantos anos. Quando citavam que o companheiro poderia ser vítima de um golpe, Cazzaniga negava e trocava de assunto. Foi aí que familiares e amigos decidiram se juntar para fazer uma denúncia e dar início às investigações.

Por fim, descobriram que Maya na verdade se chama Valeria, tem 50 anos e mora na Sardenha. Para tentar compensar o prejuízo, os colegas de equipe começaram uma arrecadação de fundos para ajudar Cazzaniga, cuja dívida atual com credores é de 60 mil euros.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.