BUSCAR
BUSCAR
Objetivo
Robério Paulino quer plantar 50 mil mudas de árvores em Natal
50 mil mudas devem ser plantadas em quatro anos, sendo as dez mil primeiras até o final do inverno de 2022. Projeto é orientado por especialistas de universidades e contempla diversas espécies
Redação
05/06/2021 | 07:31

Eleito para seu primeiro mandato no parlamento, o vereador professor Robério Paulino (PSOL- Natal) idealizou e já está colocando em prática, um projeto para plantação de 50 mil mudas de árvores na cidade. O Projeto Arboriza Natal pretende plantar as mudas em poucos anos. Em entrevista ao Jornal Agora RN, ele detalha sua ideia e ressalta a necessidade do plantio.

“Tive essa ideia porque Natal é uma cidade muito mal arborizada, como fruto do descaso das seguidas e limitadas administrações municipais, que não entendem a importância da questão e pouco se preocupam com o bem-estar e saúde da população. É um projeto que conta com inúmeras parcerias e apoios, como o da UFRN”.

Jornal Agora RN: De onde surgiu a iniciativa?

Robério Paulino: A iniciativa surgiu a partir de projetos de produção intensiva de mudas desenvolvidos pelo professor Robério Paulino na UFRN nos últimos 10 anos e da percepção de que Natal é uma das capitais mais mal arborizadas do país, que vem observando seu espaço urbano esquentar rapidamente, em função da expansão imobiliária e do aumento da frota de veículos automotores, entre outros fatores.

Jornal Agora RN: Como essa ideia pode ajudar a cidade?

Robério Paulino: A arborização urbana, além de mitigar o aquecimento da atmosfera do planeta, traz vários benefícios para a cidade e para sua população. Além de embelezar a cidade, a arborização de espaços públicos também cumpre um papel essencial em outros aspectos, como a saúde pública, o esporte, a cultura e o lazer. Grande parte das praças de Natal são hoje depósitos de lixo, sem qualquer cuidado da prefeitura, sem utilidade para a população. Com a arborização dessas áreas, como de praças e canteiros, nelas poderão ser organizadas atividades de esporte, cultura e lazer para a população.

Jornal Agora RN: Esse seu projeto pode ficar prejudicado com a implantação do novo plano diretor que será aprova do em breve?

Robério Paulino: Indiretamente sim, porque as propostas de alteração do Plano Diretor em discussão, ao permitirem a violação de Zonas de Proteção Ambiental atuais, as ZPAs, vão no sentido contrário ao que a cidade precisa, que é aumento das áreas verdes e protegidas e não a violação das atuais, como proposto.

Jornal Agora RN: Quais os locais da cidade onde estão sendo plantadas as mudas?

Robério Paulino: As mudas estão sendo plantadas em praças públicas e canteiros, especialmente naquelas onde o poder público e a prefeitura não conseguem chegar, ou seja, na periferia da cidade. A coordenação do projeto tem procurado estar em contato com a prefeitura para coordenar os esforços e somar os esforços.

Jornal Agora RN:Que tipo de mudas estão sendo plantadas?

Robério Paulino: Diversas espécies, que já demonstraram adaptação ao clima de Natal já estão sendo produzidas aos milhares e plantadas, como oitizeiros, craibeira, tento-carolina, mungubas, mangueiras, pau-Brasil, ipês etc. O projeto é orientado por especialistas das universidades.

Jornal Agora RN: Qual a sua meta para finalizar a plantação de todas as mudas?

Robério Paulinho: Queremos plantar 50.000 mudas na cidade em 4 anos e as primeiras 10.000 até o final do inverno de 2022. Com isso, Natal será uma nova cidade em 10 anos, com um ambiente urbano muto mais frio, refrescante, mais belo e agradável, com áreas públicas convidativas para a prática do esporte, da cultura e do lazer ao ar livre. Natal precisa e merece e vamos fazer. O parlamentar deu início ao projeto assim que assumiu o mandato.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.