BUSCAR
BUSCAR
Programa Social
Relator do Renda Cidadã tem fonte financiadora e irá apresentá-la até quarta
Texto prevê um tipo de pacote de maldades com congelamento de salários e progressões de servidores públicos, além da possibilidade de reduzir jornada e remuneração
Redação
05/10/2020 | 12:20

O relator do Renda Cidadã, Márcio Bittar, já tem opções de onde tirar recursos para pagar o benefício em 2021, entre elas a taxação de lucros e dividendos. A decisão será anunciada entre esta segunda-feira 5 e quarta-feira 7.

Houve um café da manhã, nesta segunda-feira 4 com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, na casa do presidente Jair Bolsonaro, para acertar quais opções serão utilizadas.

De acordo com auxiliares, Bittar vai usar receitas e corte de despesas. Bittar é relator da PEC Emergencial, em que o Renda Cidadã foi incluído. O texto prevê um tipo de pacote de maldades com congelamento de salários e progressões de servidores públicos, além da possibilidade de reduzir jornada e remuneração, a exemplo do que já ocorreu na iniciativa privada neste ano, por causa da pandemia.

Estes cortes somariam R$ 16 bilhões no ano que vem. Para financiar o programa, o governo precisaria de até quatro vezes mais. Essa conta também está sendo fechada.

Tudo dependerá da aprovação de uma PEC, proposta de emenda constitucional, o que exige quórum qualificado de três quintos dos deputados e senadores em dois turnos.

Depois de vencido o desafio de apontar a fonte pagadora, é preciso saber quando será possível votar a PEC, em tempos de sessões virtuais.

*As informações são da CNN Brasil

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.