BUSCAR
BUSCAR
Justiça
Rachel Sheherazade processa SBT e acusa Silvio Santos de assédio moral
Jornalista está movendo ação milionária contra a emissora
O Dia
19/04/2021 | 20:53

Rachel Sheherazade está movendo uma ação milionária contra o SBT por direitos trabalhistas. Segundo o site “Notícias da TV”, a jornalista também acusa Silvio Santos de cometer assédio moral contra ela e diz que foi censurada na emissora. No processo, além de dizer que não teve seus direitos respeitados, a apresentadora também cita que sofreu humilhação em rede nacional.

Ainda de acordo com o site, os advogados de Sheherazade ressaltam no processo uma situação ocorrida durante o prêmio Troféu Imprensa de 2017. A jornalista ganhou o Troféu Internet de melhor apresentadora de telejornal e diz que foi humilhada por Silvio Santos quando foi receber o prêmio. “Eu te chamei para você continuar com a sua beleza, com a sua voz, foi para ler as notícias, e não dar a sua opinião.

Se quiser falar sobre política, compre uma estação de TV e faça por sua própria conta”, disse o dono do SBT. A defesa da jornalista argumenta que foi um momento humilhante e constrangedor para a cliente. Os advogados também ressaltam que o empresário teve uma “atitude nitidamente machista, [que] colocou a figura feminina numa posição em que a beleza física é supervalorizada em detrimento dos atributos intelectuais”.

Outra situação que seria destacada no processo é o episódio em que Rachel Sheherazade foi afastada da TV por um pedido de Luciano Hang, dono da Havan. O empresário reclamou de críticas que a apresentadora fez a ele nas redes sociais. “Silvio Santos a afastou da apresentação do telejornal SBT Brasil, como nítida forma de punição em razão de seus comentários e opiniões, bem como reduziu seu espaço no ar”, diz o processo.

Ainda segundo o site “Notícias da TV”, Sheherazade pontua outra situação na qual teria sofrido censura. Os advogados teriam anexado no documento um email trocado entre a cliente e José Roberto Maciel, CEO do SBT. A mensagem é de outubro de 2014, quando a jornalista fazia duras críticas a Dilma Rousseff, que concorria à reeleição presidencial. O executivo teria falado para a apresentadora revisar o posicionamento político na internet e reduzir o tom agressivo, pois a postura dela estaria envergonhando a ele e a outros colegas de trabalho.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.