BUSCAR
BUSCAR
Esclarecimento
Privatização dos Correios: como ficam os serviços da estatal após a aprovação?
Nesta quinta-feira 5, foi aprovado pela Câmara dos Deputados o texto que viabiliza a venda dos Correios. Em seguida, o projeto seguirá sob análise dos senadores
IG
10/08/2021 | 13:36

Nesta quinta-feira 5, foi aprovado pela Câmara dos Deputados o texto que viabiliza a privatização dos Correios . Em seguida, o projeto seguirá sob análise dos senadores.

No entanto, para o Ministério da Economia, Paulo Guedes, a privatização dos Correios é uma de suas prioridades atualmente. Uma vez que, entre 2013 e 2016, a estatal produziu um prejuízo em torno de R$ 4 bilhões. Contudo, desde 2017, apresenta bons resultados nos balanços anuais.

Apesar disso, esta pauta ainda divide opiniões, os dois lados apresentam poucos dados referente ao real impacto que essa mudança poderia ocasionar.

O que diz o projeto de privatização?

Em síntese, o texto encaminhado pela Câmara dos Deputados conduz a probabilidade de um maior prazo na operação de serviços postais pela companhia que adquirir os Correios.

De acordo com a expectativa do deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA), esse monopólio deve durar no mínimo cinco anos. Levando em conta a data da publicação da lei do projeto. Visto que, o contrato de serviço pode determinar um prazo maior.

Desse modo, a exclusividade citada acima, corresponde aos serviços, tais como, envios de cartões postais, cartas, correspondências agrupadas e serviço público de telegrama. Logo, o prazo superior ao estipulado atende a preocupação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social ( BNDES ).

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.