BUSCAR
BUSCAR
Cantora
Paulinha Abelha: viúvo pede para investigação sobre morte da cantora continuar; remédio para emagrecer é hipótese
Averiguação médica segue em andamento pela vontade de Clevinho Santos, que cuida do sogro; pai da vocalista do Calcinha Preta ainda não sabe sobre a morte da filha
Agência O Globo
30/03/2022 | 19:33

As investigações sobre a morte de Paulinha Abelha, aos 43 anos, ainda são inconclusivas, mais de um mês após o fato. Em fevereiro de 2022, a cantora da banda Calcinha Preta desenvolveu um quadro neurológico grave depois de passar por complicações renais e hepáticas. A causa das doenças, que podem estar relacionadas ao consumo de medicamentos diuréticos para emagrecer, não foi oficialmente esclarecida.

A pedido do cantor Clevinho Santos, viúvo de Paulinha Abelha, a averiguação médica sobre a morte da artista segue em andamento. Ele não se conforma com a falta de explicação para o fato. E quer entender o real motivo para que a mulher, com quem estava casado há quatro anos, tenha desenvolvido um quadro neurológico grave de maneira tão rápida.

Hoje, Clevinho cuida do pai da cantora Paulinha Abelha, que tem Alzheimer, mas está consciente. Gilson Santos Nascimento, de 66 anos — que é conhecido pelo apelido Abelha —, ainda não sabe sobre morte da cantora. O senhor está acamado e vive na casa onde mora Clevinho, em Aracaju.

O empresário do Calcinha Preta, Diassis Marques, informou ao GLOBO que o grupo prestará uma ajuda vitalícia ao pai de Paulinha.

— Paulinha me olhou nos olhos mais de uma vez e pediu para que eu não a abandonasse. Agora eu entendi o pedido. Vamos custear plano de saúde, home care, remédios, alimentação, cuidadoras — contou Diassis.

Segundo ele, Gilson era o amor da vida da filha e era ela quem arcava com todas as despesas dele:

— Ele não tinha aposentadoria, nada.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.