BUSCAR
BUSCAR
Dicas
Os melhores filmes de ação para assistir na Netflix
Confira as dicas separadas pelo site para diversão em casa
CanalTech
30/07/2021 | 09:41

Você acessa o catálogo da Netflix em busca dos melhores filmes de ação, mas é um drama conhecido por muitos o de se perder na vastidão de títulos tão diversos, que vão desde ação-terror, como Invasão Zumbi, a aventuras repletas de ação, como Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros. Para ir direto ao ponto e assistir algo mais ação-ação, preparamos esta lista com algumas das melhores opções para quem quer mais da boa e velha adrenalina.

A ação pode aparecer nos mais diversos gêneros, do drama à comédia, passando por terror, ficção científica e toda sorte de possibilidades que você conseguir pensar. Um filme que é propriamente de ação, tem suas próprias características, que vão um pouco além de apenas tiro, porrada e bomba: uma luta muito clara entre bem e mal, sendo os protagonistas os do bem, claro. Além disso, nos filmes de ação é a própria ação o centro da narrativa e, em alguns casos, pode ser mais importante para o roteiro que as linhas dos personagens.

Os filmes abaixo são desses: muito tiro, muita porrada e algumas bombas. Mas não só isso, são filmes que não só querem entreter o público, mas trazem também conteúdo de qualidade (ok, não todos eles).

15. Operação Sombra – Jack Ryan

Tom Clancy é um escritor conhecido por criar tramas detalhadas de espionagem, com muitos elementos de história e política da Guerra Fria, que foram atualizados para os nossos dias em Operação Sombra – Jack Ryan. Com Chris Pine no papel-título, o filme é praticamente uma história de origem, já que conta a história a partir do momento em que Jack é promovido a agente e precisa lutar contra um plano russo que pretende destruir a economia dos EUA.

Ainda que bastante desgastada, a rivalidade EUA-Rússia ainda rende bons filmes e Operação Sombra – Jack Ryan tem uma ação bastante empolgante, já que o diretor Kenneth Branagh tinha acabado de fazer Thor e trouxe para seu filme seguinte bastante do entretenimento de ação que preparou para a Marvel.

14. O Procurado

O Procurado foi um tremendo sucesso quando estreou em 2008, conquistando novos fãs através das indicações que falavam sobre os “tiros absurdos” do filme. É ainda mais incrível como a obra se sustenta como uma ação absurda justamente em uma época em que o realismo proposto por Christopher Nolan com Batman Begins imperava.

Ná época a gente nem sabia quem ele era direito, mas até Chris Pratt (Guardiões da Galáxia) pode ser encontrado no elenco, que conta ainda com James McAvoy (Fragmentado), Morgan Freeman (Lucy) e Angelina Jolie (Malévola). Adaptado dos quadrinhos de Mark Millar e J.G. Jones, O Procurado tem um bocado de licença poética para brincar com as possibilidades de ação e marca um dos melhores trabalhos de direção de Timur Bekmambetov, que posteriormente dirigiria também o remake Ben-Hur.

13. Nova Ordem Espacial

A ação futurista sul-coreana foi um recente sucesso na Netflix e conquistou fãs com personagens incríveis, cativantes e divertidos, que formam um grupo maravilhoso, sobretudo pela presença de um robô com mais representatividade do que você poderia imaginar para um andróide. Como a equipe passa por diversos perrengues ao longo de toda a trama, a ação é garantida, ainda mais no espaço, onde há uma espécie de competição entre naves mercenárias.

O filme é escrito e dirigido por Sung-hee Jo, que realizou também o indie A Werewolf Boy (Neuk-dae-so-nyeon), e foi um dos maiores sucessos da Netflix em 2021, embora com o passar dos meses o título comece a ficar um pouco mais esquecido no catálogo.

12. Missão: Impossível

Uma das maiores franquias de ação de todos os tempos, Missão: Impossível está de pé e rendendo desde 1996, apesar dos altos e baixos. Embora haja conexão entre os filmes, o segredo do sucesso aqui é não ter apego a uma mitologia própria, com cada filme se sustentando por si e fornecendo entretenimento de qualidade até para quem não acompanha os filmes.

O primeiro e mais icônico, sobretudo pelo tema musical criado por Danny Elfman, é dirigido por ninguém menos que Brian De Palma e tem um tom único no que diz respeito a uma trama de espionagem com muitos gadgets. Ao contrário de muitas franquias que vão ficando menos populares a cada capítulo, Missão: Impossível e seu protagonista Ethan Hunt (Tom Cruise) voltaram a arrastar milhares de espectadores com os filmes mais recentes e, depois de Efeito Fallout, um sétimo e um oitavo já foram prometidos.

11. Power

Imagine uma droga que, quando ingerida, concede super-poderes ao usuário. Ok. Agora imagine que você nunca sabe qual é o super-poder que vai desenvolver e que, assim como acontece com outros tipos de drogas, o usuário pode sofrer uma overdose (bem bizarra). Agora a história ficou um pouco mais tensa, não? É em torno dessa ideia que se desenvolve a trama de Power, que consegue nos entreter nem que seja pela curiosidade com os possíveis efeitos da cápsula.

Mas não foi só o conteúdo que chamou a atenção dos usuários da Netflix. O filme é estrelado por Jamie Foxx (Ray), Joseph Gordon-Levitt (A Origem) e Dominique Fishback (Judas e o Messias Negro), além de ter Rodrigo Santoro (Bicho de sete cabeças) como uma surpresa especial para o público brasileiro. Para quem gosta de acompanhar a trilha sonora, o filme ainda conta com canções e composições da rapper Chika.

10. Gantz: O

Gantz: O é um título bastante antigo no catálogo da Netflix e, justamente por isso, merece ser relembrado, sobretudo para quem está querendo vasculhar os limites do catálogo. Nesta história, pessoas que acabaram de morrer são misteriosamente ressuscitadas e obrigadas a lutar contra uma horda de monstros que está atacando duas cidades do Japão.

A animação tem classificação indicativa de 16 anos e é categorizada como “violenta” pela plataforma, mostrando que não há motivos para ter preconceitos com o título só por causa do seu formato técnico. Vale lembrar também que a animação é produzida pela Digital Frontier, dos games Death Stranding e Final Fantasy VII Remake, garantindo a qualidade gráfica.

9. The Old Guard

Uma cidadã da antiga Grécia nunca morreu e usou seus séculos de vida para se tornar uma especialista em artes marciais e se tornar uma mercenária ao lado de outros três companheiros imortais. Tudo vai bem até que o grupo descobre mais uma pessoa dotada da incapacidade de morrer. Liderando o elenco, Charlize Theron (Atômica), que costuma encarar as sequências de ação sem recorrer muito a dublês.

O original Netflix foi um dos destaques da plataforma em 2020 e é uma adaptação da graphic novel escrita por Greg Rucka, que também assina o roteiro adaptado. Na direção, Gina Prince-Bythewood, que realizou o drama A Vida Secreta das Abelhas.

8. Esquadrão 6

Tiro, porrada e muita explosão é a marca do diretor Michael Bay, e Esquadrão 6 tem um bocado de tudo isso. O grupo diverso não impõe guerra de gêneros e cada um dos membros do esquadrão é indispensável por suas habilidades. Liderando o grupo, o sempre hilário Ryan Reynolds.

A trama, embora embebida na já desgastada narrativa white savior, é interessante ao trazer um grupo de personagens que, como cidadãos, são verdadeiros fantasmas e usam sua ausência de identidade, aliado a muito poder financeiro e intelectual, para geral equilíbrio político e social no mundo. Tudo isso, claro, destruindo uma porção de coisas pelo caminho. Esquadrão 6 pode ser até mesmo chocante para quem não está acostumado a ver cenas de ação mais “realistas”: vários inocentes morrem pelo caminho, como aconteceria em perseguições reais. Está preparado(a)?

7. No Limite do Amanhã

Apesar de ser misturado com um bocado de ficção científica, No Limite do Amanhã é uma ótima ação por trazer a ideia de um personagem que morre e revive diversas vezes, sempre com o objetivo de descobrir uma forma de acabar com a invasão alienígena que devastou a Terra. Dirigido por Doug Liman, o filme adapta o romance “All You Need Is Kill”, de Hiroshi Sakurazaka, e traz um elenco liderado por Emily Blunt (Um Lugar Silencioso) e Tom Cruise (Top Gun: Ases Indomáveis).

O nome que evoca mais ação, no entanto, é o do co-roteirista Christopher McQuarrie, que se tornou um dos maiores nomes da ção depois de dirigir os mais recentes filmes da franquia Missão: Impossível, todos amplamente elogiados (e também estrelados por Tom Cruise). Seu trabalho em No Limite do Amanhã foi realizado em parceria com Jez e John-Henry Butterworth (Ford vs Ferrari) e chegou a ser indicado a Melhor Roteiro na premiação da Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films dos EUA.

6. Dunkirk

Baseado em fatos históricos, Dunkirk conta um dos mais famosos acontecimentos que se desdobraram durante a Segunda Guerra Mundial e que culminaram na Operação Dínamo, realizada pelo Reino Unido. O filme acompanha três linhas do tempo que se cruzam e acompanham o resgate de cerca de quatrocentos mil soldados aliados que foram cercados por tropas nazistas nas praias da cidade de Dunquerque, na França.

Escrito e dirigido por Christopher Nolan, Dunkirk é um enorme e impecável blockbuster capaz de nos deixar muito apreensivos, sobretudo com a trilha que não nos deixa esquecer da urgência dos acontecimentos. No Oscar de 2018, o filme levou as estatuetas de Melhor Edição, Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som, além de ter concorrido em mais cinco categorias.

5. Resgate

Um dublê de Os Vingadores dirigindo o roteiro de um diretor de Os Vingadores com um ator de Os Vingadores. Como duvidar da qualidade da ação que poderia produzir um time desses? Agora pense nessa equipe fazendo um dos melhores planos-sequência com porradaria já criados na história do cinema. É impressionante. Adrenalina pura do início ao fim.

Resgate é excelente ao trazer personagens que nada tem a perder ou, o oposto, tem tudo a perder, o que faz com que as cenas de ação sejam levadas ao extremo, da violência e da sobrevivência. Na trama, um mercenário (Chris Hemsworth) precisa resgatar o filho sequestrado de um chefe do crime internacional que colocou a cidade toda em alerta para impedir a sua fuga.

4. Akira

Akira é o diferentão desta lista: anime, com elementos de ficção cientifica e algumas sequências bem loucas. Do início ao fim, no entanto, ação, seja porque protagonista e antagonista pertençam a gangs com supermotos, seja porque a trama toda termina em um grande combate sobre-humano.

Akira é um dos maiores clássicos da animação e ainda é uma boa pedida para quem vai querer conferir a versão live-action que (talvez) está a caminho. Além de tudo isso, o filme é ambientado em Neo-Tokyo, no ano de 2019 (lembrando que o filme é de 1988) e prevê as Olimpíadas em Tokyo em 2020, o que foi uma tremenda previsão. O que mais eles previram? Para descobrir vai ter que assistir.

3. Em Ritmo de Fuga

Imagine um filme de ação em que toda a montagem é feita no ritmo das músicas. E não, não é um musical. O protagonista, Baby, é um piloto de fuga de assaltos e as perseguições são conduzidas no ritmo da música que ele está escutando, o que evolui de acordo com a trama (e vale a pena prestar a atenção na sequência dos créditos iniciais, porque partes da letra da música estão distribuídas pelo cenário).

Em Ritmo de Fuga é excelente em todos os aspectos e é um espetáculo visual. O romance e o drama pessoal do protagonista não enfraquecem o personagem, pelo contrário, dão a ele a verossimilhança necessária para acreditarmos ainda mais nas suas habilidades. Este é um filme de ação como nunca visto, completamente original e único.

2. Bumblebee

Transformers é uma adorada franquia de ação há bastante tempo e, mais recentemnte, o universo dos carros-robôs foi revisitado com o spin-off prequela Bumblebee que, como o proprio título indica, é focado no Transformer mais adorado de todos. A trama mostra como ele chegou à Terra e como perdeu sua voz, passando a contar com a ajuda de uma garota, interpretada por Hailee Steinfeld (Bravura Indômita), que o adquire pensando que é um simples fusca.

O filme foi o primeiro live-action do diretor Travis Knight, que chegou metendo o pé na porta com o impressionante stop motion Kubo e as Cordas Mágicas. Além de ter trazido sequências de ação incríveis para a produção, o diretor ainda conseguiu fazer um excelente trabalho ao inserir uma personagem feminina no centro da trama, ajudando a remover alguns estigmas de Transformers.

1. Blade Runner 2049

Quem achava que não era possível tocar no clássico Blade Runner: O Caçador de Androides ficou de queixo caído quando Denis Villeneuve lançou Blade Runner 2049 (e teve sorte quem pode assistir a essas imagens espetaculares em IMAX). O filme não apenas dá sequência aos eventos do ícone, como amplia a discussão filosófica do primeiro filme (que adapta o livro de Philip K. Dick).

Ainda que tenha o retorno do personagem de Harrison Ford, que estrelou o original, o novo filme é focado no personagem K, interpretado por Ryan Gosling (La La Land). Vale o aviso, no entanto, de que a ação de Blade Runner 2049 é um pouco mais contemplativa e que essa não deve ser uma boa escolha para quem está procurando por picos constantes de adrenalina.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.