BUSCAR
BUSCAR
Entrevista
O futuro da moda
Especialista fala sobre os possíveis impactos da pandemia do novo coronavírus no mercado de vestuário local e mundial
Nathallya Macedo
02/06/2020 | 06:00

Alagoana de nascença, mas potiguar de coração e de vivência. Moradora de Natal desde os 12 anos, Jady Rocha hoje é uma das referências de moda no segmento local. Com diversas formações na área, ela é estilista, professora no Senai e consultora na Duo Immage, com uma carreira consolidada entre produções no estado.  

Depois de tantas influências e informações ao longo da trajetória profissional, Jady define a moda como uma maneira de expressão pessoal e artística. “É a nossa principal ferramenta de comunicação, sem usar propriamente a voz”, disse. “Também é um movimento cultural e social que retrata o espírito do momento histórico, sendo um reflexo da sociedade”, afirmou ao abordar uma possível fase de ressignificação.   

Por isso, Jady acredita que o mercado fashion começou a mudar diante da pandemia do novo coronavírus. Com o surgimento de novas necessidades, o setor passa agora por uma reinvenção que terá consequências duradouras. Confira as perspectivas de Jady para o futuro do segmento:   

Agora RN – Qual é o primeiro impacto que a pandemia causou na atividade? 

Jady – “Atingiu a produção, primeiramente. É um novo normal. Daqui para frente, as marcas vão trabalhar com estações transacionais, ou seja, não serão mais tão marcadas como antes: verão, primavera, outono e inverno. Teremos coleções que vão passear mais durante o ano, mais atemporais, com tecidos confortáveis” 

Agora RN – E sobre o comportamento do consumidor? 

Jady – “As pessoas continuam comprando online. Inclusive, em uma recente pesquisa, os consumidores informaram que não se incomodam quando uma marca divulga seus produtos durante este período. Porém, o diferencial é a forma de comunicação. A forma de vender tem que ser muito mais humana, sensível e empática. Com isso, cresceu também o consumo local, conhecido como ‘compra solidária’. Os potiguares estão comprando de marcas do estado com o objetivo de ajudar. Nosso mercado de pequenas empresas pode usar esse movimento para engajar bem o público-alvo” 

Agora RN – Você acredita que o momento traz maior consciência na hora das compras? 

Jady – “Neste ponto, estamos com orçamentos financeiros limitados. Automaticamente, isso faz com que as pessoas pensem melhor em cada compra. Surge então um ciclo de consumo com mais consciência, sim. Neste processo, é importante o autoconhecimento. Se você se conhece, entende suas preferências, seu corpo e sua linguagem, você vai consumir com lucidez e responsabilidade” 

referencia 3
O futuro da moda

Agora RN – O uso de máscaras diminui a chance de contágio pelo novo coronavírus, segundo especialistas. Você acha que virou uma nova necessidade ou oportunidade de mercado?  

Jady – “Estamos comprando máscaras em quantidade para ter variedade. Combinar a máscara e a roupa é uma forma de tentar trazer leveza neste momento tão difícil, refletindo os estilos próprios. Tem cor, tem estampa… além disso, estamos aprendendo agora sobre a biossegurança – que deve continuar enquanto a pandemia existir. Assim, podemos deduzir que as máscaras continuarão no mercado por um bom tempo” 

Agora RN – O que você enxerga para o futuro? 

Jady – “Rupturas trazem transformações. Espero que esta situação nos torne mais compreensivos. A moda, enquanto indústria, está procurando formas de produzir sem causar tantos danos ao meio ambiente. E é esse o meu desejo: que a moda seja um pouco mais ética e confiável, tanto no Rio Grande do Norte quanto no resto do Brasil e do mundo”  

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.