BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Notas e informes: Nova UERN
Redação
02/03/2020 | 00:10

O Governo do Estado reiniciou as obras de conclusão do campus da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) na Zona Norte de Natal, com a assinatura da ordem de serviço pela governadora Fátima Bezerra.

O investimento é no valor de R$ 680 mil, e o prazo de conclusão é de seis meses. Com a ampliação, o campus da Uern em Natal passará dos atuais 1.200 para 3.800 alunos. O Campus vai receber serviços nas instalações físicas, rede lógica (internet), acessibilidade, cisterna e elevador.

Farra das diárias

O Ministério Público daria uma excelente contribuição para a democracia se concluísse antes das eleições a investigação sobre a “farra das diárias” da Câmara de Parnamirim. Assim, permitiria aos eleitores melhor reflexão na hora do voto para vereador.

Tibau do Sul

Chama a atenção o fato de a Prefeitura de Tibau do Sul, que tem a paradisíaca Praia de Pipa entre suas principais fontes de renda, estar entre as 5 piores do RN no quesito transparência. A matéria completa está na página 4.

Rendimento I

O Rio Grande do Norte, apesar da crise fiscal que vive o Estado, teve em 2019 o mais alto rendimento domiciliar per capita do Nordeste, segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua), divulgada na sexta-feira (28).

Rendimento II

Com uma renda média per capita de R$ 1.056,59, o RN supera e muito Alagoas, com R$ 730,86; Ceará, com R$ 942,36; Paraíba, com R$ 928,86; Bahia, R$ 912,81; Pernambuco, R$ 970,11; e Sergipe, com R$ 979,78.

Rendimento III

A renda domiciliar per capita média no País foi de R$ 1.439 no ano passado. As mais altas estão em São Paulo, com R$ 1.945,73, e no Distrito Federal, com R$ 2.685,76, o dobro da média nacional.

Rendimento IV

O rendimento domiciliar per capita é o resultado da soma da renda recebida por cada morador, dividido pelo total de moradores do domicílio. O cálculo inclui pensionistas, domésticos e seus familiares. Em 2019, 12 estados brasileiros registaram média da renda domiciliar per capita menor que o salário mínimo nacional vigente no ano, que foi de R$ 998.

Informalidade

Com o aumento de 5,2% no número de trabalhadores por conta própria com CNPJ, ou seja, registrados como empresa, a informalidade no mercado de trabalho caiu no trimestre móvel terminado em janeiro, na comparação com o período anterior, terminado em outubro de 2019. Na comparação anual, o aumento do CNPJ entre trabalhadores por conta própria foi de 10,6%. Com isso, essa categoria alcançou 5,2 milhões de pessoas.

Violência no futebol

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte organiza na próxima quinta-feira (5), por iniciativa do deputado Ubaldo Fernandes (PL), uma audiência pública para discutir a violência no futebol. Como pano de fundo, os recentes episódios de vandalismo e de agressões entre torcedores nas imediações de estádios potiguares.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.