BUSCAR
BUSCAR
Polêmica
Mulher de 38 anos fica sem vacina após enfermeiros não entenderem letra no laudo
Marido acredita que postura foi incorreta, uma vez que laudos são aceitos nas farmácias
Metrópoles
23/06/2021 | 14:16

Uma mulher 36 anos não conseguiu se vacinar após os funcionários da unidade de saúde não entenderem a letra do médico que assinou o laudo que comprova a doença. O caso ocorreu na manhã desta terça-feira 22, em Serra (ES).

O marido da mulher, de 38 anos, afirmou ao Folha Vitória que ela tem uma deficiência na válvula do coração, o que permite que seaja vacinada contra a Covid-19 no grupo de comorbidades. Assim, para receber a dose, ela deve apresentar um laudo comprovando a condição, mas o documento não foi aceito pelos profissionais da unidade de saúde.

“O que eles alegaram é que o que está escrito está ilegível no começo. Mas isso não é orientado, porque quando você pega uma receita, você vai na farmácia e, mesmo que a letra do médico seja ruim, você espera que o farmacêutico identifique. Normalmente, é isso que acontece. E a gente chegou lá esperando que as pessoas identificassem”, disse o marido.

Ele afirmou que vai retornar ao mesmo médico e pedir que ele dê um laudo digitado. “Ninguém está querendo furar fila. Inclusive a gente só descobriu que ela tinha que tomar essa vacina o quanto antes porque ela fez o retorno no médico agora. A gente estava isolado até então e não tinha feito o retorno ainda”, disse.

Em nota, a prefeitura afirmou que os profissionais que trabalham na vacinação são orientados a observar todos os critérios elegíveis para vacinação e que, caso tenham alguma dúvida, sempre tem o enfermeiro responsável para orientações. Em último caso, a prefeitura indica que os profissionais peçam para que os usuários retornem ao médico para que ele emita um novo laudo.

A prefeitura também ressaltou que o artigo 11 do código de ética médica determina que os laudos devem ser legíveis. Além disso, o profissional que vacinar um indivíduo sem obedecer os critérios pode responder criminalmente.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.