BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Lições profissionais que vieram de um fotógrafo que terminou virando um grande amigo
Confira a coluna de João Ricardo Correia desta quinta-feira 1º
João Ricardo Correia
01/07/2021 | 09:30

Sobre saudade, lições e amizade com o velho Heracles

Não sei se foi sorte, destino, os dois juntos, ou apenas mais um capítulo da minha trilha no jornalismo; em 1995 fui apresentado ao fotógrafo Heracles Dantas, figura que, literalmente, abria as portas das delegacias de polícia, dos hospitais e até do necrotério do Itep para eu entrar em busca de informações.

E ontem à tarde, conversando com os colegas de redação Pedro Trindade e Tallyson Moura, passei a contar menos de meio por cento do que vivi com o grande Heracles nas pautas da cobertura policial. Com ele aprendi muito do que coloco em prática até hoje. O velho Heracles tinha trânsito livre entre autoridades de todos os naipes, mas eram autoridades que tinham moral, destemidas, bem diferentes de umas que existem atualmente, que não mandam nem menino catarrento tomar banho antes de dormir.

Extrovertido, desbocado e muitas vezes tão preguiçoso que dormia até dentro do carro ou nos bancos das DPs, esse profissional excepcional dominava as imagens. Vez por outra, adorava fantasiar certas histórias, contava verdadeiros “causos” e para quem o conhecia na labuta diária, como eu, carimbava o fim da narração passando a mão direita na careca, alinhando uns cinco fios de cabelos que compunham sua “franja”.

Faz tempo que não o vejo. Dia desses, foi pego pela covid. Esteve mal, mas graças a Deus está recuperado. Ontem, falei com meu professor rapidamente, por meio de áudios do WhatsApp. Pois é, a tecnologia ajuda nesses casos. Quando a dupla, como ele dizia, “Xaropinho e Tunico” estava em ação, os tempos eram outros e as notícias chegavam com muito suor, nosso, e sangue, dos outros.

Na companhia de Heracles, vi muitas desgraças, cadáveres, brigas, tiroteios, rebeliões.

Com esse pequeno texto, apenas quero registrar, publicamente, minha gratidão ao parceiro Heracles. Bom que ele está bem. Tomara que, em breve, possamos nos encontrar para relembrar alguns momentos, tomar um cafezinho, enfim, viver mais um pouco fora dessa realidade atual tão fria, onde as homenagens quase sempre chegam após a morte de alguém.

Abração, Heracles!!!

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.