BUSCAR
BUSCAR
Desabafo
‘Jamais imaginei que aquilo existisse’, diz pastor sobre mensagens deixadas por jovem que matou os pais em ritual
Local do crime tinha cruzes, pentagrama e trechos da Bíblia escritos nas paredes; vítimas frequentavam a Igreja Missão Praia da Costa, em Vila Velha
O Globo
05/08/2021 | 12:12

As imagens do apartamento onde um filho matou os próprios pais na madrugada de ontem deixaram consternados os fiéis da Igreja Missão Praia da Costa, em Vila Velha, na Grande Vitória. O templo religioso era frequentado pelas vítimas, o médico Paulo Oliveira Cesar, de 68 anos, e sua mulher, Raquel Heringer Cesar, de 61. O casal foi assassinado a facadas pelo próprio filho, o estudante de medicina Guilherme Heringer Cesar, de 22 anos. O universitário foi encontrado sem vida no mesmo local.

O imóvel foi encontrado pela polícia com mensagens pintadas nas paredes e em folhas da Bíblia. Em uma página do livro Apocalipse, estava escrita a mensagem “ele me obrigou”. Em uma parede e nas portas de dois cômodos foram grafados os números 666.

Foto do apartamento onde casal foi encontrado morto Foto: Reprodução
Foto do apartamento onde casal foi encontrado morto Foto: Reprodução

Uma outra imagem mostra o desenho de um crucifixo, um pentagrama e os versículos do Apocalipse que dizem: “Festejai ó céus, o diabo desceu até vós, pouco tempo lhes resta”. Paulo Oliveira Cesar também era pastor evangélico.

– Eu vi as imagens, mas o rapaz, pelo contrário do que mostram as fotos… Essas questões das cavernas do coração assustam a gente. Jamais imaginei que aquilo existisse, que ele possa ter tido contato com algum livro sobre aquilo. O comportamento dele foi paradoxal, não é o que conhecemos. Ele era um rapaz alegre, estudante de Medicina – contou o pastor Simonton Araújo, líder da congregação religiosa.

Uma Bíblia com mensagens foi encontrada no local do crime Foto: Reprodução
Uma Bíblia com mensagens foi encontrada no local do crime Foto: Reprodução

Araújo e César eram amigos há mais de 30 anos e também conviviam fora da igreja. O último encontro entre eles ocorreu na semana passada. Na ocasião, pastor e médico tiveram um “papo grande” e a vítima não demonstrou “nada que levasse a crer nisso que aconteceu”, disse o líder religioso.

A juventude da igreja também relatou espanto com a atitude tomada por Guilherme, segundo o pastor. O suspeito dos crimes participava das atividades realizadas pelo grupo de jovens.

Guilherme Heringer matou os pais a facada Foto: Reprodução
Guilherme Heringer matou os pais a facada Foto: Reprodução

– Nenhum deles sabia disso, nem os mais próximos. Ninguém tinha ideia disso – afirmou Araújo. – Foi uma fatalidade, uma dor para todos, a gente não previa ou tinha indícios, porque era uma família muito amiga e próxima, que cresceu na igreja – acrescentou.

Além de Guilherme, César e Raquel tinham uma filha. Ela mora no Canadá e está tentando viajar para o Brasil a tempo de participar do velório.

Raquel Heringer Cesar e Paulo Oliveira Cesar foram encontrados mortos em apartamento em Vila Velha (ES) Foto: Reprodução
Raquel Heringer Cesar e Paulo Oliveira Cesar foram encontrados mortos em apartamento em Vila Velha (ES) Foto: Reprodução

O caso é investigado pela Polícia Civil do Espírito Santo e foi registrado como “duplo homicídio com uso de arma branca”. Os corpos do casal foram encontrados em cômodos diferentes. César estava caído no banheiro e Raquel foi localizada morta em cima da cama.

“Segundo informações apuradas por policiais civis do Departamento Especializado de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o suspeito do duplo homicídio, filho do casal, cometeu suicídio logo após o crime. A arma utilizada no crime foi apreendida e encaminhada à perícia”, informou a Polícia Civil, por meio de nota.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.