BUSCAR
BUSCAR
Fofura
Instinto materno: Pit bull produz leite após se apegar a uma ave resgatada
A cadela chamada Peggy se aproximou tanto da pequena ave, Molly, que ambas criaram uma forte relação de mãe e filha
Canal do Pet
18/05/2021 | 17:32

O casal Reece e Juliette encontrou uma pequena ave pega, ferida e coberta de grama. A ave estava muito fraca e cansada, segundo o casal, que decidiu leva-la para casa.

Em casa, eles já tinham a cadela da raça pitbull, chamada Peggy, que ficou assustada com a ave e não deixava que chegasse perto. Os tutores vigiavam os animais enquanto estavam juntos e notavam que Peggy ia se aproximando cada vez mais, farejando a curiosa ave, que recebeu o nome de Molly.

Juliette conta ao site The Dodo que a atenção que davam as duas, parecia despertar ainda mais a curiosidade da ave, que realmente queria se aproximar de Peggy. Elas se deitavam uma ao lado da outra, não se tocavam, mas estavam sempre bem próximas. Até que a notaram que as duas estavam se aconchegando, uma na outra.

Juliette conta que, a partir daquele momento, elas nunca mais se separaram: “Peggy estava assumindo um papel de mãe. Por alguma razão eu não percebi, mas ela estava produzindo leite”, disse Juliette.

A tutora levou Peggy ao veterinário, acreditando que a cadela estaria grávida, mas não era o caso. Se tratava de uma gravidez psicológica, pela convivência com a ave. “O veterinário disse que é bem comum que uma cachorra produza leite, especialmente se elas estiverem nutrindo algo”, contam os tutores.

Molly já seguia Peggy por toda a parte, a pitbull a educou e a ave imita tudo o que a mãe canina faz. “Eu acredito que Molly pensa que Peggy é sua mãe e que ela é uma cadela. Assim como Peggy acredita que Molly é sua filha, e ela é um pássaro!”, diz a tutora, encantada.

As duas brincam com tudo. Todos os brinquedos que Peggy brinca, Molly brinca da mesma forma. Peggy sempre adorou se acomodar no quintal, para observar os pássaros e Molly faz o mesmo. Assim as duas ficam, sempre juntas.

“Elas adoram se sentar para observar a chuva”, contam. “Peggy lamberá as penas de Molly e quando Molly vir comida em seu rosto, ela a retira. É simplesmente lindo. Elas estão aqui espalhando amor”, finalizam.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.