BUSCAR
BUSCAR
Economia
Indústria do RN se prepara para receber a tecnologia 5G, diz Fiern
“A indústria precisa do 5G para melhorar o seu parque industrial e enriquecer seu conhecimento”, diz Amaro
Redação
26/05/2022 | 09:07

Nesta semana a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) realiza a Semana da Indústria, evento anual em comemoração ao Dia da Indústria, celebrado em 25 de maio. A data, aliás, ficou marcada pela realização da Palestra Magna “A Tecnologia 5G e sua importância para o Desenvolvimento da Indústria”, nesta quarta-feira 25, no auditório Albano Franco, na Casa da Indústria.

A nova cobertura de internet, cuja infraestrutura está prestes a começar a operação no Brasil, deve mudar totalmente a maneira como as indústrias se comportam. O presidente da Fiern, Amaro Sales, destacou a importância do evento, que trata da preparação da chegada da tecnologia 5G, realizado no Dia da Indústria. “A gente comemora este dia com um assunto que é tema nacional. A indústria precisa do 5G para melhorar o seu parque industrial, o enriquecimento dos conhecimentos das empresas, a parte de educação, a parte de formação, então, entendemos que hoje é um dia importante”, declarou Amaro Sales.

O presidente da Fiern ainda ressaltou a necessidade de todo o Rio Grande do Norte ficar conectado. “Além das linhas de produção que vão operar com mais eficiência, o ideal é que todo estado esteja conectado com esta tecnologia. Hoje, quando você se desloca para Mossoró, por exemplo, em alguns trechos você fica sem conectividade. Com a tecnologia 5G ficaremos conectados”, pontuou.

Questionado pela reportagem do AGORA RN sobre como a indústria do Rio Grande do Norte está se preparando para a chegada da nova tecnologia, Amaro Sales destacou que é preciso fazer adequações. “Na hora que você tem uma tecnologia nova, você tem uma adaptação por empresas. As empresas que têm uma participação, principalmente, em mercados mais nacionalizados essas chegarão mais rápido. Àqueles pequeno e médio – como nossa economia é formada por 98% de micro, pequenas e médias empresas – essas não chegarão tão rápido, mas é uma necessidade do mercado se adaptar. As empresas precisam se adaptar, inclusive com compra de novos equipamentos, e melhoria de seu parque industrial”, ressaltou.

O AGORA RN ainda questionou sobre as empresas startups digitais, de que forma o 5G vai impactar nestas empresas, e o que falta para o RN se tornar celeiro para as empresas digitais – como é São Paulo, em Florianópolis e em Recife -, Amaro Sales disse que era um desafio. “Nós temos o Parque Digital aqui vizinho, a Federação das Indústria está inserida neste Parque Digital – o Metrópole Digital. Há interesse da Federação em trabalhar junto com a MD para termos esta melhoria”, frisou.

Nathalia de Souza Lobo, secretária nacional de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, disse que Natal fez a modernização das antenas já em janeiro, sendo importante passo para vinda do 5G, tecnologia que demanda mais equipamentos. “Este ano, até o final do ano, Natal já vai ser atendida com 5G”, comentou Nathalia Lobo, informando que a nova tecnologia possibilita a comunicação massiva de vários equipamento em conjunto, facilitando para as linhas de produção da indústria.

Já Artur Coimbra, conselheiro da Anatel, comentou sobre o leilão do 5G e disse que Natal deu um passo importante por ter aprovado uma lei de antena, que vai viabilizar a implantação do 5G na capital potiguar.

São várias palestras setoriais, visitas de clientes e vendas de serviços promocionais, nas unidades operacionais do SESI/SENAI/IEL. A programação acontece em diversas unidades operacionais do Sistema Indústria no estado, com palestras, rodadas de negócios, apresentação cultural e ofertas de descontos em serviços oferecidos pela FIERN, SESI, SENAI e IEL.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.