BUSCAR
BUSCAR
Violência
Funcionária é esfaqueada dentro de supermercado por ex-namorado; colega tenta intervir e também é atingido
Um funcionário do estabelecimento tentou intervir na agressão e também foi esfaqueado próximo ao pulmão. Ambos foram levados para o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu
O Dia
14/06/2021 | 20:02

Uma funcionária de um supermercado no bairro de Santa Rita, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, foi esfaqueada por volta de 11h30 desta segunda-feira pelo ex-namorado, identificado como Tiago. A vítima, Aline Aguiar, 30 anos, e Cláudio Lobo, outro funcionário do estabelecimento SuperKibarato, foram feridos pelo suspeito; o homem foi golpeado após tentar intervir e levou uma facada próximo ao pulmão. Ambos foram socorridos e levados para o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu. Aline sofreu cortes nos braços e Cláudio está em estado grave. O criminoso fugiu do local após o crime.

De acordo com testemunhas, Tiago chegou ao estabelecimento pedindo para conversar com Aline, aparentando estar bastante alterado. Por estar atendendo um cliente, a vítima pediu que ele a aguardasse. Em outro momento, com ciúmes, o homem perguntou se um dos funcionários era namorado de Aline. Percebendo o nervosismo do bandido, o funcionário foi conversar com ele na saída do mercado.

Em seguida, Tiago retirou uma faca da cintura e golpeou Aline, além de acertar uma facada em Claudio. As câmeras de segurança do supermercado SuperKibarato serão entregues à Polícia Civil para ajudar nas diligências. O caso está sendo investigado pela 58ª DP (Nova Iguaçu). Os agentes fazem buscas na região pelo agressor.

Em nota, o advogado do estabelecimento, Alessandro Carracena, informou que o mercado está colaborando com as investigações e repudiou o crime. “O SuperKibarato refuta veementemente esse tipo de comportamento e está colaborando com as investigações a fim de que se faça justiça contra este terrível crime cometido contra os seus funcionários. Nesse momento estamos prestando todo apoio e assistência necessária às vítimas”, disse.

Outro caso recente de feminicídio aconteceu na noite da última sexta-feira (11), em Campo Grande. Cátia da Silva Rosa, 52, foi morta a facadas pelo companheiro, Luciano dos Santos Rodrigues, 39, dentro da casa onde o casal morava, na comunidade da Carobinha. A filha da vítima, Monique Rosa Jesuíno, de 32 anos, foi a primeira a encontrar o corpo da mãe cheio de sangue no chão do quarto do casal. A última vez que Monique ouviu a voz da mãe foi momentos antes do crime, por volta das 23h, onde ela gritava no telefone, em uma ligação para a filha, dizendo: “Luciano não faço isso comigo pelo amor de Deus”.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) instaurou um inquérito para investigar o caso e policiais realizam diligências para prender o autor e esclarecer o que motivou o crime. O delegado responsável pelo caso solicitou a prisão de Luciano no Plantão Judiciário da Capital, sendo acatado o pedido e decretada a prisão temporária de 30 dias em desfavor do acusado. O suspeito já é considerado foragido da justiça por feminicídio. A polícia teme que ele fuja para Sergipe.

O Portal dos Procurados também divulgou um cartaz pedindo informações a população que ajudem a polícia a encontrar Luciano dos Santos Rodrigues.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.