BUSCAR
BUSCAR
Terror
Força Aérea dos EUA investiga restos mortais em trem de pouso de avião que participou de resgates no Afeganistão
Aeronave foi cercada por centenas de pessoas no domingo, desesperadas para fugir do Afeganistão depois da tomada de poder pelo Talibã
O Globo
18/08/2021 | 13:47

A Força Aérea dos EUA abriu uma investigação interna depois da descoberta de restos mortais no trem de pouso de um dos C-17 Globemaster III que participaram de uma operação de resgate de cidadãos americanos e afegãos no aeroporto de Cabul, no domingo.

De acordo com comunicado, a aeronave foi cercada quando taxiava pela pista, e centenas de pessoas tentavam embarcar — por isso, afirma a Força Aérea, “diante de uma situação de segurança que se deteriorou rapidamente, a tripulação do C-17 decidiu deixar a base aérea o quanto antes”.

Passageiros afegãos ocupam a pista do aeroporto de Cabul em tentativa de fugir do país Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Passageiros afegãos ocupam a pista do aeroporto de Cabul em tentativa de fugir do país Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Afegãos sobem em avião comercial para tentar escapar após Talibã retornar ao poder quase 20 anos após invasão americana Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Afegãos sobem em avião comercial para tentar escapar após Talibã retornar ao poder quase 20 anos após invasão americana Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Soldado dos EUA aponta arma para passageiro afegão no aeroporto de Cabul Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Soldado dos EUA aponta arma para passageiro afegão no aeroporto de Cabul Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Voluntário carrega homem ferido, enquanto pessoas que esperam para tentar fugir do Afeganistão observam Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Voluntário carrega homem ferido, enquanto pessoas que esperam para tentar fugir do Afeganistão observam Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Combatentes do Talibã montam guarda em um veículo ao longo da estrada em Cabul Foto: - / AFP
Combatentes do Talibã montam guarda em um veículo ao longo da estrada em Cabul Foto: – / AFP
Soldados dos EUA montam guarda enquanto o povo afegão espera chance de embarcar em voo de fuga Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Soldados dos EUA montam guarda enquanto o povo afegão espera chance de embarcar em voo de fuga Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Passageiros afegãos sentam-se dentro de um avião enquanto esperam para deixar o aeroporto de Cabul Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Passageiros afegãos sentam-se dentro de um avião enquanto esperam para deixar o aeroporto de Cabul Foto: WAKIL KOHSAR / AFP

No domingo, logo depois de o Talibã invadir Cabul, efetivamente derrubando o governo de Ashraf Ghani e assumindo o palácio presidencial, centenas de pessoas rumaram para o aeroporto, em busca de voos para deixar imediatamente o Afeganistão. Entre elas, além de cidadãos estrangeiros, afegãos que prestaram serviços para outros governos ou para as forças internacionais que estão prestes a se retirar em definitivo do país, após 20 anos.

Cenas de pessoas agarradas a escadas, pontes de embarque e amontoadas no pátio das aeronaves traduziram de forma crua o temor de boa parte da população com o retorno do Talibã — mas nenhuma delas trouxe a violência das imagens de afegãos correndo ao lado do C-17 da Força Aérea dos EUA.

Alguns deles chegaram a se agarrar à fuselagem do avião, e imagens gravadas por celulares mostram o que seria pelo menos um corpo caindo da aeronave quando ela já estava no ar. Não foi informado se outras pessoas também morreram desta maneira — ao todo, o tumulto no aeroporto de Cabul deixou sete vítimas.

Nesta terça-feira, os voos partindo da capital foram retomados, mas a prioridade está sendo dada a cidadãos estrangeiros e alguns afegãos qualificados.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.