BUSCAR
BUSCAR
Surto
Flamengo tem 16 jogadores com Covid-19 e tenta adiar partida contra o Palmeiras
De acordo com os cariocas, apenas 12 estão disponíveis para entrar em campo, sendo três goleiros
Redação
25/09/2020 | 16:43

Com, até o momento, 16 atletas diagnosticados com Covid-19, o Flamengo entrou com pedido de tutela de urgência no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) solicitando o adiamento da partida contra o Palmeiras, válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os cariocas se consideram em desvantagem pela grande quantidade de desfalques em relação ao time alviverde. O pedido foi encaminhado para análise do presidente do STJD, Otávio Noronha.

No documento, é destacado o surto viral no clube e a situação atual do elenco rubro-negro, que inscreveu 34 atletas no Campeonato Brasileiro. Dentre eles, três foram transferidos (Hugo Moura, Piris da Motta e Rafinha), três estão lesionados (Diego Alves, Gabigol e Pedro Rocha) e 16 estão infectados com o novo coronavírus (Bruno Henrique, Diego Ribas, Everton Ribeiro, Filipe Luís, Gabriel Batista, Gustavo Henrique, Isla, João Victor, Léo Pereira, Matheus França, Michael, Renê, Rodrigo Caio, Thuller, Vitinho e William Arão).

De acordo com os cariocas, apenas 12 estão disponíveis para entrar em campo, sendo três goleiros. 

Além disso, outros 13 profissionais testaram positivo, sendo eles Domènec Torrent (treinador), Carlos Eduardo Furtado (analista de desempenho), Eduardo dos Santos Sepe Calcada (fisioterapeuta), Douglas Ferreira de Oliveira (nutricionista), Márcio Alves Tannure (médico do Clube), Juan (Supervisor técnico), Marcio Teixeira dos Santos (Supervisor), Rodrigo Ernesto de Andrade Rego (terceirizado, responsável pela logística), Edvard Lima de Souza (terceirizado, auxiliar de logística), Marcelo Flaeschen Barbosa (assessor de imprensa), Vinicius Vieira Camara de Castro (Coordenador de Imprensa), Luiz Rodolfo Landim (Presidente do Clube), Luiz Eduardo Baptista Pinto da Rocha (Vice-Presidente de Relações Externas) e Marcelo Roisman (Conselheiro).

O clube ainda informou que os 55 integrantes da delegação retornaram juntos do Equador, onde o Flamengo enfrentou o Barcelona de Guayaquil pela 4ª rodada da fase de grupos da Libertadores e venceu por 2 a 1.

Sob a alegação de absoluta excepcionalidade, o pedido conta com parecer médico assinado pela Dra. Sylvia Pavan Rodrigues de Paula. Ela afirma ser um risco sanitário aos participantes do evento e recomenda o adiamento de outras partidas dentro do período de 10 a 14 dias a contar do último resultado positivo (23/09).

Recebida a Medida Inominada, o presidente do STJD, Otávio Noronha, abriu vista solicitando que a CBF se manifeste em até 24h.

Em comunicado assinado pelo presidente Maurício Galiotte, o Palmeiras se posicionou contra o adiamento do jogo. “O Palmeiras é contra o adiamento da partida do próximo domingo. O protocolo adotado para a competição contempla situações desse tipo. Não há, portanto, razão para que o jogo não aconteça”.

Apenas um ponto separa Palmeiras e Flamengo na tabela do Brasileirão: enquanto os paulistas ocupam a 4ª colocação com 18 pontos, os cariocas estão em 6º com 17. A partida está prevista para o próximo domingo 27, às 16h, no Allianz Parque. 

Partida da primeira rodada foi adiada

Em 9 de agosto, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, a partida entre Goiás e São Paulo foi adiada após nove atletas do time do Centro-Oeste serem diagnosticados com Covid-19.

O clube goiano tentou inicialmente obter o adiamento da partida com a CBF, mas não obteve resposta. Diante disso, a direção recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que concedeu a decisão.

*Com informações da CNN Brasil

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.