BUSCAR
BUSCAR
Reação
Europa alerta para outra condição sanguínea rara como potencial efeito colateral da vacina da AstraZeneca
Agência Europeia de Medicamentos recomenda que pessoas que já sofreram com síndrome de extravasamento capilar não usem o imunizante contra a Covid-19 desenvolvido pela AZ com Oxford
O Globo
11/06/2021 | 14:51

O regulador de medicamentos da Europa identificou nesta sexta-feira outra condição sanguínea rara como um potencial efeito colateral da vacina contra a Covid-19 de Oxford/AstraZeneca. Informou também que está investigando casos de inflamação cardíaca após a vacinação com todos os imunizantes contra a doença.

O comitê de segurança da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) disse que a síndrome de extravasamento capilar deve ser adicionada ao rótulo da vacina da AstraZeneca como um novo efeito colateral.

Pessoas que já sofreram da doença, na qual fluidos vazam dos vasos sanguíneos menores causando inchaço e queda na pressão arterial, não devem receber o imunizante, acrescentou a agência.

A EMA começou a examinar esses casos em abril. O comitê analisou seis casos validados de síndrome de extravasamento capilar em pessoas, principalmente mulheres, que receberam a vacina, incluindo uma morte. Três tinham histórico da doença.

A vacina da AstraZeneca também já foi associada a casos muito raros e potencialmente letais de coagulação sanguínea que ocorrem com uma baixa contagem de plaquetas.

No mês passado, a agência desaconselhou o uso da segunda dose da AstraZeneca para pessoas com essa condição de coagulação, conhecida como síndrome de trombose com trombocitopenia (TTS).

A AstraZeneca não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.