BUSCAR
BUSCAR
Cinema
Está no ar o filme “Chuva de Bala no País de Mossoró”
Espetáculo foi montado em formato cinematográfico em razão das medidas de distanciamento no enfrentamento à covid-19; filme está disponível no canal do Youtube da Prefeitura Municipal
Redação
24/06/2021 | 08:17

A bravura dos mossoroenses liderados pelo prefeito Rodolfo Fernandes na batalha da resistência ao Bando de Lampião está sendo contada no filme Chuva de Bala no País de Mossoró. A produção que está no ar desde ontem, véspera do Dia de São João, é uma das iniciativas culturais da Prefeitura de Mossoró para manter acesa a fogueira das festas juninas, abafada pelo pandemia da covid-19.

O longa integra a programação do Mossoró Cidade Junina 2021, que também está resistindo, mas apenas virtualmente.

Nas últimas décadas, o espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró foi encenado em um cenário de teatro montado ao ar livre no adro da Igreja de São Vicente. Em 2020, o espetáculo não foi realizado, mas, neste ano, a Prefeitura de Mossoró retomou o Chuva de Bala em formato de cinema. Pela primeira vez a história de resistência de Mossoró é contada em um filme.

Recontar a batalha dos mossoroenses contra o Bando de Lampião, ocorrida em 1927, sem perder essência do grandioso espetáculo teatral foi um dos desafios. O Chuva de Bala no País de Mossoró precisou se reinventar, unindo elementos da música, dança e do próprio teatro para apresentar a resistência de Mossoró a invasão de Lampião e seus cangaceiros na narrativa cinematográfica. O filme foi gravado seguindo com todas as medidas de distanciamento social para preservar a saúde dos artistas e profissionais envolvidos no projeto.

“A gente continua fazendo um trabalho que resgata história do município de Mossoró, quanto a questão da resistência, fazendo com que a gente reviva essa possibilidade do teatro presencial a partir das telas de transmissões com a ideia do cinema. É muito significativo porque é a primeira vez que está sendo trabalhado como filme e temos a expectativa que este material ficará para a história, com a possibilidade de concorrer a festivais e eventos, evidenciando Mossoró como uma cidade mais uma vez que está à frente do seu tempo”, destaca o secretário municipal de Cultura Etevaldo Almeida.

Segundo o diretor Marcos Leonardo, o maior desafio foi transformar o espetáculo teatral em filme, mas mantendo a identidade do teatro. “Você não vai ver um filme literalmente, você vai ver um espetáculo de teatro gravado em um filme. Acho que a gente fez lindamente, acho que a sociedade mossoroense vai ficar orgulhosa dos artistas que ela tem”, destaca o diretor do Chuva de Bala.

Mais de 100 pessoas participaram do Chuva de Bala, dentre eles 72 artistas de 16 grupos e outros artistas independentes envolvidos diretamente no filme, entre bailarinos, atores, atrizes e músicos. O resultado desse trabalho está disponível no canal da Prefeitura de Mossoró no YouTube.

Mossoró Cidade Junina Resiste

A Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria Municipal de Cultura realiza este ano o Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual, que começou no último dia 12 e vai até 27 de junho. A alegria do São João chega nas casas dos mossoroenses, levando de forma virtual desde o Pingo da Mei Dia (considerada a abertura das festividades), como também a programação que antes acontecia sem restrição nenhuma de público: Cidadela, a Estação das Artes, o Chuva de Bala, o Boca da Noite e a Cultura Popular.

A programação do MCJ acontece nos Polo Estação das Artes, Polo Cidadela e Polo Cultura Popular. Toda programação é exibida na internet, sem presença de público nos locais onde as atrações estarão se apresentando.

Ao todo, serão 11 dias de lives do Mossoró Cidade Junina com cerca de 80 bandas e artistas do município se apresentando nos três polos. O MCJ e o filme do Chuva de Bala no País de Mossoró envolvem mais 400 artistas e técnicos, gerando renda para os artistas e todos os profissionais envolvidos.

Um plano sanitário foi adotado em todas atividades do evento para garantir a segurança dos artistas, técnicos e equipe de coordenação. Todos os participantes do MCJ passam por testagem periódica da Covid-19 e só podem entrar nos polos após resultado negativo no teste, além do uso obrigatório de máscara. Os protocolos de prevenção ao novo coronavírus são seguidos nos polos.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.