BUSCAR
BUSCAR
Greve
Dono da RedeTV! quebra silêncio e detona greve de funcionários: “Punhado de sindicalistas”
Ele criticou duramente funcionários, disse que não representam a maior parte dos funcionários e citou até Getúlio Vargas: "Lamentável herança"
SpinOFF
31/08/2021 | 19:16

Dono da RedeTV!, Marcelo de Carvalho se manifestou após funcionários da emissora decretarem greve. Os profissionais decidiram fazer paralisação a partir da meia-noite desta terça-feira 31 após não terem reivindicações atendidas, segundo o portal Spin Off.

Sócio do canal junto com Amilcare Dallevo Jr., Carvalho decidiu comentar o caso. Em seu perfil no Twitter, onde costuma apoiar Jair Bolsonaro e fazer comentários criticando a Globo, ele se pronunciou sobre a greve feita na RedeTV!.

O empresário argumentou dizendo que, ao contrário do que aconteceu no mercado, não realizou demissões durante a pandemia. Ele também destacou que os salários estão em dia.

“Lamentável herança de Getúlio Vargas, punhado de sindicalistas dizendo representar nossos milhares de funcionários declara estado de greve. Como todos sabem, emissoras demitiram até artistas ícones nacionais na pandemia. Ao contrário, a RedeTV não demitiu ninguém, contratou”, escreveu ele.

“Mesmo nesse período que impactou fortemente o setor, estreamos muitos programas e formatos novos. Todos os funcionários estão com seus salários absolutamente em dia, evidenciado pelo fato que isso, nem o ‘sindicato’ conseguiu criticar”, prosseguiu Carvalho.

Por fim, ele prometeu que a emissora continua em funcionamento. “Seguiremos produzindo, e provendo segurança para a imensa maioria dos colaboradores que seguem trabalhando, produzindo conteúdo, informação, entretenimento”, garantiu.

A greve na RedeTV!

O estado de greve foi iniciado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão de São Paulo e ganhou apoio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Paulo. A entidade também orientou seus filiados a não trabalharem a partir desta terça.

“Televisão é um trabalho coletivo. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo apoia a categoria dos radialistas e se junta ao Sindicato dos Trabalhadores de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo na luta pela recomposição dos salários e na conquista de direitos negados pelos patrões da RedeTV!”, disse em nota.

Uma assembleia foi realizada pelos radialistas em frente à emissora paulista em 23 de agosto, quando foi aprovado o “estado de greve”. Depois disso, uma proposta de reajuste salarial e renovação da Convenção Coletiva de Trabalho foi enviada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo e protocolada na RedeTV!.

Na proposta, que já foi aprovada por outras empresas de radiodifusão, os profissionais apresentaram as seguintes reivindicações. 1) Reajuste Salarial de 18,72%, aplicado sobre o salário e demais cláusulas econômicas vigentes em maio de 2.017; 2) Abono salarial equivalente à 353,89% de uma remuneração; 3) Manutenção de todas as cláusulas sociais constantes da última Convenção Coletiva assinada – 2.016/2018.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.