BUSCAR
BUSCAR
Liberação

Desembargador Amaury Moura derruba liminar que suspendia réveillon privado em Pipa

No último dia 17, o juiz Witemburgo Gonçalves de Araújo, da comarca do município de Goianinha, havia determinado a suspensão do evento particular
Redação
19/12/2020 | 18:48

O desembargador Amaury Moura Sobrinho derrubou neste sábado 19 liminar que suspendia a festa privada “Let’s Pipa”, em Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar. A festa está programada para acontecer entre os dias 27 de dezembro e 2 de janeiro.

No último dia 17, o juiz Witemburgo Gonçalves de Araújo, da comarca do município de Goianinha, havia determinado a suspensão do evento particular.

Desembargador amaury moura derruba liminar que suspendia réveillon privado em pipa
A festa está programada para acontecer entre os dias 27 de dezembro e 2 de janeiro - Reprodução

Segundo a decisão do desembargador Amaury Moura Sobrinho, a festa Let’s Pipa pode ocorrer, desde que cumpra os protocolos de segurança sanitária. O magistrado ressalta que caberá ao ente público, ou seja, a Prefeitura de Tibau do Sul, verificar e fiscalizar o cumprimento das medidas.

Ainda de acordo com o desembargador, a decisão liminar do juiz Witemburgo Gonçalves de Araújo não poderia “definir as prioridades a serem adotadas” para combater a disseminação da Covid-19, sob risco de extrapolar o limite da atuação constitucional.

Amaury Moura escreveu, na sentença, que a decisão do juiz não pode “abarcar aspecto decisório pautado por conteúdo político”.  

“Não vejo, permissa vênia, plausabilidade jurídica, no presente momento, ressaltando que caberá ao ente público verificar e fiscalizar o cumprimento das medidas contidas no diploma legal retromencionado”, escreveu na sentença.

No dia 17 de dezembro, o juiz Witemburgo Gonçalves de Araújo determinou a suspensão da festa de fim de ano Let’s Pipa. O magistrado determinou ainda multa de R$ 500 mil para a Prefeitura de Tibau do Sul e organizadores da festa em caso de descumprimento.

A decisão atendeu a um pedido do Ministério Público Estadual que considerou “o novo contexto de aumento de casos provenientes do Covid-19 e uma maior ocupação de leitos no Estado do RN”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Polícia Civil prende suspeito de roubar 13 veículos em Natal
Ação policial e prisão do suspeito aconteceu na tarde da última terça-feira 11
12/06/2024 às 14:43
Obra de Pontilhão sobre linha férrea altera circulação dos trens
Tráfego será interrompido entre as estações Promorar e Pitimbu
12/06/2024 às 14:15
Indiciado pela PF, Juscelino Filho afirma inocência e diz que ação foi “política e previsível”
Ministro das Comunicações é investigado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, segundo a Polícia Federal
12/06/2024 às 14:00
Congresso aprova Bolsa Permanente de R$ 700 para universitários de baixa renda
Texto vai à sanção do presidente da República
12/06/2024 às 13:48
Quase um terço dos casos de malária ocorre em crianças de até 12 anos
Dados integram pesquisa Saúde Brasil, do Ministério da Saúde
12/06/2024 às 13:31
Polícia Civil prende homem por posse ilegal de arma de fogo em Jucurutu
Policiais localizaram e apreenderam uma arma do tipo Carabina calibre
12/06/2024 às 13:19
Defensoria Pública do RN garante UTI para menino de três meses com quadro respiratório grave
Caso aconteceu em Santa Cruz e ficou nacionalmente conhecido após médica improvisar máscara de oxigênio com embalagem de bolo
12/06/2024 às 12:59
IPEM/RN fiscaliza mais de 4 mil instrumentos em abril e maio em mais de 40 municípios do RN
Foram verificados e encontradas irregularidades em bombas de combustível e balanças da Grande Natal e interior
12/06/2024 às 12:51
Câmara de Natal homenageia 33 anos da Guarda Municipal
Sessão solene foi proposta pelo presidente Eriko Jácome
12/06/2024 às 12:37
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.