BUSCAR
BUSCAR
Escrita
Confira a coluna “Desenrolando a Língua” de sábado 20

20/02/2021 | 11:31

Millôr Fernandes dizia que “o futuro é o passado, usado”. Uma pequena busca nos faz lembrar palavras e expressões curiosas, nem sempre mortas ou enterradas.

Vamos a algumas.

Anágua (roupa íntima) – Usada pelas mulheres como uma forma de proteção, a anágua desapareceu. Como os tempos são outros, não há palavra correspondente a esse termo no presente.

Assistência (viatura destinada a transportar enfermos) –Adoniran Barbosa deixou a assistência famosa, quando escreveu, na canção “Iracema”, uma das músicas mais tristes da história, os seguintes versos: “Iracema, fartavam vinte dias pra o nosso casamento, que nóis ia se casar/Você atravessou a São João, veio um carro, te pega e te pincha no chão/Você foi para assistência, Iracema/O chofer não teve curpa, você atravessou na contramão…”. Hoje “assistência” virou ambulância.

Benedito (expressão de espanto) – Antigamente, quando um filho fazia travessuras, a mãe soltava a frase: “Será o Benedito?” Há controvérsias sobre a origem da expressão. Alguns dizem que nos anos de 1930, quando o então presidente, Getúlio Vargas, ficou indeciso em relação ao nome do interventor para Minas Gerais, os mineiros numa alusão a Benedito Valadares, um dos mais cotados para o cargo, cochichavam entre si: “Será o Benedito?” Hoje a expressão “Será o Benedito?” foi substituída por “Verdade?”

Boticário (farmacêutico) – Houve um tempo em que farmácia se escrevia com ph. Nessa época, as pessoas iam ao boticário para ele aplicar uma injeção. Além disso, esse profissional passava o dia na farmácia vendendo e aconselhando remédios. Hoje, se perguntarmos a um jovem o que é “boticário”, ele vai responder que se trata de uma loja de perfumes.

ABRE ASPAS

A memória é o único paraíso do qual não podemos ser expulsos. Richter

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.