BUSCAR
BUSCAR
TV
Chico Pinheiro se posiciona, fala demais, provoca mal-estar na Globo e sofre punição, segundo site: “É bom mesmo”
Portal aponta que além de mal-estar, comentário teria causado uma repreensão informal
TV Pop
16/02/2022 | 19:46

Chico Pinheiro foi responsável por um mal-estar nos bastidores da Globo nesta terça-feira (15): o jornalista se empolgou enquanto comandava o Bom Dia Brasil e acabou fazendo um comentário que não foi bem recebido por parte dos executivos do Jornalismo. Ao encerrar a análise de Miriam Leitão, sobre a boa recepção do mercado financeiro ao possível retorno de Luiz Inácio Lula da Silva para a Presidência da República, o âncora do matinal fugiu do roteiro do noticioso e incluiu um caco em sua fala, que acabou sendo interpretado como uma defesa do presidenciável do PT, segundo o site TV Pop.

“É bom mesmo o mercado acreditar na democracia”, afirmou o apresentador, que rapidamente abriu um sorriso e deu uma risada. Antes do improviso de seu colega, Ana Paula Araújo já tinha se despedido de Miriam Leitão. Ela já se preparava para levantar da poltrona e ir para outro ambiente do estúdio do telejornal, quando foi interrompida pelo apresentador. Ela ficou nitidamente incomodada com a situação: de cara fechada, esperou pacientemente que seu parceiro terminasse a fala, que não foi combinada previamente — algo que deve ser evitado nos telejornais da rede.

Mesmo sem citar nomes de maneira explícita, Chico Pinheiro deu dor de cabeça para os executivos da líder de audiência. O jornalista não faz questão alguma de disfarçar que tem mais afinidade com a esquerda política e, anteriormente, já foi repreendido pelos diretores da emissora por conta do vazamento de um áudio em que ele afirmava que a prisão de Lula, em 2018, foi provocada por um fetiche da direita, que estaria “louca” e que “os coxinhas estariam perdidos”. Como punição, ele perdeu espaço no canal e deixou o rodízio de apresentadores do Jornal Nacional.

Além disso, também houve o temor de que o comentário do apresentador do Bom Dia Brasil pudesse agravar ainda mais a crise institucional da Globo com Jair Bolsonaro. Por mais que ele não tenha citado o nome do atual Presidente da República, a diretoria de Jornalismo interpretou que houve uma defesa velada ao pré-candidato pelo Partido dos Trabalhadores, além da alfinetada nada discreta no atual governo — antes de falar sobre a recepção do mercado, Miriam Leitão falava do encontro de Bolsonaro com Vladimir Putin, e apontou que o líder russo não é democrata.

Ainda segundo o site TV Pop, Chico Pinheiro foi repreendido informalmente por conta do momento de improviso no matinal: assim que a edição do telejornal acabou, ele foi chamado pela chefia do jornalístico e avisado de que o Bom Dia Brasil conta com comentaristas justamente para que os apresentadores não precisem opinar. Além disso, o jornalista foi avisado de que a emissora não esqueceu que ele é reincidente em inserir cacos sem autorização prévia — em 2018, ele foi advertido formalmente por falar de política durante a cobertura dos desfiles de Carnaval.

Oficialmente, a Globo defende o âncora de seu noticioso matinal. Procurada, a emissora minimizou o comentário feito pelo apresentador e defendeu a tese de que ele não teria feito defesa para um candidato, e sim dito que é importante que o mercado financeiro não tema a próxima eleição. “O comentário não causou mal-estar algum simplesmente porque Chico Pinheiro não defendeu candidatos. Ele apenas ressaltou que é positivo que os mercados vejam com tranquilidade o processo eleitoral”, afirmou o departamento de Comunicação da rede.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.