BUSCAR
BUSCAR
Imunização
Centenas no RN podem ter tomado vacina vencida contra Covid; confira as cidades
Segundo registros oficiais, cerca de 233 doses da AstraZeneca fora da validade foram aplicadas em 39 municípios potiguares
Redação
02/07/2021 | 17:28

Pelo menos 233 doses vencidas da vacina AstraZeneca podem ter sido aplicadas no Rio Grande do Norte, de acordo registros oficiais do Ministério da Saúde, esmiuçados nesta sexta-feira, 2, em matéria da Folha de São Paulo. Ao todo, no Brasil. Estima-se que tenham sido utilizados até o dia 19 de junho, 26 mil doses dos imunizantes com o prazo de validade expirado, em 1.532 municípios.

No topo do ranking do RN aparece João Câmara, com 55 doses. Número bem inferior à campeã no uso de vacinas vencidas, Maringá, reduto eleitoral de Ricardo Barros (PP), líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados. A cidade paranaense, segundo a matéria, vacinou 3.536 pessoas com o produto da AstraZeneca fora da validade (primeira dose em todos os casos).

Na lista potiguar, aparecem depois Augusto Severo (42 doses), Baia Formosa (15), Mossoró (15), Natal (12), Janduís (12), Jardim de Piranhas (11). Todas as outras cidades do RN na listagem têm menos de 10 doses vencidas aplicadas, sendo a maior parte com apenas uma dose: 14 cidades. E outros 10 municípios potiguares com apenas duas doses. Em Parnamirim, a terceira maior cidade do estado, aparecem cinco doses.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informou, através de nota, que todas as doses dos imunizantes recebidos do Ministério da Saúde, incluindo os lotes da Astrazeneca apontados com aplicação vencida, “foram distribuídas e entregues em tempo oportuno às regionais de saúde e das regionais para os municípios dentro do prazo de validade e em tempo oportuno”.

O texto ainda destaca que as doses são conferidas e protocoladas antes da efetivação da distribuição, passando por um processo de conferência a cada remessa executada pela Rede de Frio do Estado do Rio Grande do Norte, o que assegura que as doses saiam da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) e das regionais de saúde com qualidade aferida.

A equipe de imunização da Sesap aponta que “possa ter ocorrido o tardio registro na plataforma, que faz com que a data da aplicação do imunizante seja diferente da data que realmente foi aplicado. É importante ressaltar que, como orienta o Ministério da Saúde, cabe aos gestores locais do SUS o armazenamento correto, acompanhamento da validade dos frascos e aplicação das doses, seguindo à risca as orientações do Ministério”, diz texto. A justificativa tem sido reproduzida por diversas secretarias em todo o Brasil.

Vacinas vencidas

Todos os imunizantes expirados integram oito lotes da AstraZeneca importados ou adquiridos por consórcio. Um deles passou da validade no dia 29 de março. O que venceu há menos tempo estava válido até 4 de junho.
O lote pode ser conferido na carteira individual de vacinação. Quem tiver recebido uma dose de um desses oito lotes de AstraZeneca após a data de validade (veja gráfico) deve procurar uma unidade de saúde para orientações e acompanhamento.
Além disso, de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19, quem tomou imunizante vencido precisa se revacinar pelo menos 28 dias depois de ter recebido a dose administrada equivocadamente. Na prática, é como se a pessoa não tivesse se vacinado.

O plano define, também, que cada indivíduo vacinado seja identificado com o lote da imunização recebida, o produtor da vacina e a dose aplicada. Isso é feito justamente para acompanhamento do Ministério da Saúde e eventual identificação de erros vacinais.

Confira abaixo a lista da cidade e o número de doses.

CidadeQuantidade
João Câmara55
Augusto Severo42
Baía Formosa15
Jardim de Piranhas11
Janduís12
Alexandria6
Macaíba8
Pedro Avelino5
Mossoró15
São Pedro3
Açu3
Venha-Ver3
São Gonçalo do Amarante2
Martins2
São Paulo do Potengi2
Currais Novos4
Parnamirim5
Itajá2
Umarizal2
Upanema2
Nova Cruz2
Monte Alegre1
Nova Cruz1
Olho D’água do Borges1
Montanhas1
Ielmo Marinho1
Apodi1
Canguaretama2
São José do Campestre1
Bento Fernandes1
Barúna1
Goianinha1
Nísia Floresta1
São Francisco do Oeste1
Almino Afonso1
Natal12
Caicó1
Touros2
Ceará-Mirim2
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.