BUSCAR
BUSCAR
Bebida
Cachaça 100% potiguar recebe proposta de compra milionária
A cachaça, que nasceu de uma simples brincadeira de amigos, foi inspirada em uma expressão tipicamente nordestina, região onde por tradição se consome cachaça em razão do seu histórico canavieiro
Redação
17/12/2020 | 14:04

Nesta terça-feira (15), a cachaça Takaray, que nasceu há um pouco mais de 6 meses e é fabricada em solo potiguar, quase foi vendida. Os donos da cachaça não divulgaram o suposto comprador, mas informaram que o valor ultrapassa a cifra de um milhão de reais pela marca.

Produzida e engarrafada, na cidade de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, a cachaça Takaray chegou ao mercado trazendo um nome interessante e vendável. A cachaça, que nasceu de uma simples brincadeira de amigos, foi inspirada em uma expressão tipicamente nordestina, região onde por tradição se consome cachaça em razão do seu histórico canavieiro.

Cachaça 100% potiguar recebe proposta de compra milionária
Cachaça Takaray nasceu há um pouco mais de 6 meses e é fabricada em solo potiguar. Foto: Divulgação

Iuri Seabra, diretor de marketing da cachaça, diz que a marca ainda vai valorizar muito. Ele acredita que pode lucrar bem mais. “Tudo começou durante a pandemia e o crescimento foi muito rápido. Começou como brincadeira e no primeiro mês vendemos milhares de exemplares. Nosso estado é muito forte quando se trata de cachaça, queremos manter essa tradição e expandir cada vez mais.” Afirmou.

Os empresários ainda não chegaram a um valor exato por um parte da marca que sendo negociada, mas os empreendedores natalenses querem alçar voos maiores e pretendem potencializar a marca para outros estados do Nordeste brasileiro e já com proposta para exportação.

O diretor de marketing e sócio da cachaça diz que quer levar o nome do Rio Grande do Norte para outros lugares e não pretende vender a marca da bebida destila por completo. “Penso em representar o meu estado com essa marca e vamos impulsionar ainda mais as vendas em 2021 onde iremos lançar mais 11 itens. Não acreditava em empreendedorismo até abrir uma grande marca. Conseguimos nos moldar e nos habituar durante a época de pandemia do Coronavírus.” Falou.

Com o Covid-19, muitas empresas diminuíram o faturamento e algumas até abriram falência, mas outras começaram e deram muito certo. É necessário se reinventar e os amigos conseguiram fazer isso muito bem.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.