BUSCAR
BUSCAR
Economia
Auxílio Brasil e Gás terão um limite de prazo e custo, segundo Tesouro Nacional
“O pacote em análise no Congresso não comprometerá a trajetória fiscal do país”, disse Paulo Valle
Redação
29/06/2022 | 18:45

Novos benefícios sociais, como o Auxílio Brasil e seu aumento para R$ 600, e o reajuste Auxílio Gás e também a distribuição de R$ 1 mil para os caminhoneiros, tiveram uma aprovação do ministro da Economia, Paulo Guedes. No entanto, é preciso ter limites e prazos e de custos. As informações são de Paulo Valle, secretário do Tesouro Nacional.

Segundo o secretário, as contas públicas não serão prejudicas pela alta do petróleo em médio prazo, pois haverá medidas para minimizar os efeitos, apesar de serem temporárias.

“O pacote em análise no Congresso não comprometerá a trajetória fiscal do país”, disse Paulo Valle.

Para Valle, essas medidas numa proposta de emenda à Constituição (PEC) garante uma segurança jurídica para que os novos recursos fiquem disponíveis. Nesta quarta-feira, 29, o senador Fernando Bezerra (MDB-PE), que é o relator da PEC dos combustíveis, deu a sua opinião. Nela, é abordado o impacto de R$ 38,75 bilhões e ainda deve declarar estado de emergência para poder justificar a liberação fora do teto de gastos.

As informações são da Agência Brasil.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.