BUSCAR
BUSCAR
Mulher na arte
Artista visual promove projetos que incentivam a participação da mulher no ambiente cultura
Sofia Bauchwitz promove dois projetos em janeiro que valorizam e incentivam a participação da mulher no ambiente cultura
Redação
13/01/2021 | 07:04

A artista visual e pesquisadora Sofia Bauchwitz já desenvolve projetos em Natal há bastante tempo. Recentemente, foi a curadora da “Duna – Feira de Arte Contemporânea” e organizou o projeto de aulas online “Dentro da Quarentena”. Através de um trabalho primoroso, ela espera que a cultura seja valorizada na capital potiguar, para que seja possível a criação de uma identidade e para que o trabalho dos artistas locais receba o reconhecimento merecido.

Agora, Sofia chega com duas novidades que fortalecem a presença da mulher na arte. O primeiro é uma oficina sobre questões relacionadas à representatividade de gênero, com ênfase nas práticas feministas e nos mecanismos que diferentes artistas mulheres usaram para furar a bolha heteronormativa.

A oficina é chamada “Se eu fosse um homem rico – Representatividade de gênero nas artes visuais” e oferece, de maneira gratuita, respaldo conceitual e artístico, além de ser um espaço seguro para mulheres (e corpas não-binárias) partilharem de experiências e anseios.

“A partir de um texto-ensaio em primeira pessoa vou apresentando trabalhos de artistas como o coletivo Cabello/Carceller, Andrea Fraser, Ana Mendieta, Elen Braga, Rafaella Jemmene – e pensadoras como Donna Haraway, Shoshana Felman, Glória Anzaldúa e Bell Hooks. As discussões com as participantes serão guiadas para o surgimento de trabalhos, mudanças em projetos em aberto e melhora na confiança em si”, comentou Sofia. “Se eu fosse um homem rico” vem do filme “Um Violinista no Telhado”, inspirado em contos de Sholom Aleichem.

O encontro é um intensivo sobre arte contemporânea e não é preciso ter experiência para participar. “Pensar desde o feminismo enquanto mulher é duvidar da autoridade para falar, é questionar sempre se a condição de artista e pesquisadora nos legitima perante os pares e, então, achar soluções poéticas, conceituais e visuais para imaginar um outro pensamento divergente”, pontuou. As aulas serão gratuitas por vídeoconferência no próximo dia 22, às 17h. As inscrições seguem até o dia 18 pelo e-mail da ministrante: sofiabauchwitz@gmail.com

Já o segundo projeto será um mapeamento de palavras feministas sobre identidade. “Arquivo Id” é um desdobramento da pesquisa de Sofia em torno das práticas artísticas contemporâneas errantes e dos discursos artísticos impermanentes.

“Trata de trazer o conhecimento adquirido junto à pesquisa artística feito por mulheres (negras, lésbicas, racializadas não-brancas, nordestinas, sertanejas, etc.) para responder e alargar o debate sobre a identidade, e é, assim, um espaço rico, aberto e diverso, em que a população se torna partícipe da construção do conhecimento”, afirmou.

No lançamento, marcado para o dia 28 de janeiro, o projeto recebe as falas de três artistas: Lara Ovídio (RN), Mariana do Vale (RN) e Rafaella Jemmene (SP). As falas estarão disponíveis em formato de áudio junto ao texto transcrito.

Além disso, o projeto tem um caráter amplo e público, e está interessado em saber o que todos, de uma maneira geral, pensam sobre identidade, de que forma a descrevem e como qualificam isto que parece sempre estar em construção.

Para conseguir mapear estas outras falas, “Arquivo ID” abriu uma chamada pública de fluxo contínuo no perfil do Instagram (@arquivoid) e receberá as respostas de quem deseje participar do projeto. Essas respostas serão compartilhadas em forma de citação na plataforma, de forma anônima ou com autoria.

“Se eu fosse um homem rico” foi realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte por meio do Município de Natal (Secult/Funcarte). “Arquivo Id” recebeu recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte por meio da Fundação José Augusto, Governo do Estado, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.