BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Apresentadora alfineta Bolsonaro ao vivo em telejornal: “Quem votou não a LDO em massa foi o PT”
Mariana Godoy não deixou de falar o que pensava
EM OFF
19/07/2021 | 15:00

Mariana Godoy, apresentadora do telejornal matinal Fala Brasil, da RecordTV, não conseguiu segurar o que estava pensando sobre o caso exibido e soltou o verbo contra o presidente Jair Bolsonaro. Em tom irônico, Godoy deixou bem clara a sua opinião e expôs argumentos que vão contra as palavras do presidente.

Durante a transmissão do “Fala Brasil” desta segunda-feira 19, um fato curioso chamou atenção do telespectador que acompanhava o telejornal da Record TV. Após uma declaração de Bolsonaro exibida em uma reportagem, Godoy decidiu opinar o discurso do presidente.

Tudo começou quando o colega de bancada de Godoy, o apresentador Sergio Aguiar, chamou uma repórter para falar da saída de Bolsonaro do hospital onde estava internado e sobre a fala do presidente com relação ao valor do fundo partidário.

O novo valor do fundo partidário foi definido: quase seis bilhões de reais. Segundo o presidente, o valor, chamado por ele de casca de banana, foi de responsabilidade do vice-presidente da Câmara dos Deputados pela aprovação do fundo. Em contrapartida, recebeu a resposta de que foram os líderes do governo que articularam as negociações.

Após acusações trocadas pelos políticos e toda polêmica envolvendo o caso serem exibidas, Mariana Godoy não poupou palavras para externar o que estava pensando. Ironicamente, a âncora do telejornal matinal comentou o caso:

“Quem votou não a LDO em massa foi o PT, Psol, PCdoB… Os outros votaram sim, tanto que foi aprovado na câmara e depois no senado”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.