BUSCAR
BUSCAR
"Mordaz"
Ângela Castro, Khrystal, Luís Gadelha, Simona Talma e Valéria Oliveira se reúnem para novo trabalho
Coletivo formado por artistas potiguares, grupo Retrovisor se prepara para o lançamento de um EP após 14 anos de hiato
Redação
04/12/2020 | 07:13

“Mordaz”, música que será lançada nesta sexta-feira 4, é o primeiro single em 14 anos de um potente coletivo de cantores e compositores potiguares, formado por Ângela Castro, Khrystal, Luís Gadelha, Simona Talma e Valéria Oliveira.

Eles se reuniram pela primeira vez em 2006 para revolucionar a cena local. De lá para cá, cada um seguiu a própria carreira, mas o projeto nunca deixou de existir, já que esses cinco artistas mantiveram uma forte amizade.

A convite da Pólen Aceleradora, eles estão produzindo o EP “Pra Onde Vai a Música?”, que será lançado no mês de janeiro do próximo ano e falará sobre igualdade e tolerância.

O grupo Retrovisor nasceu como forma de ocupar espaços de Natal com música autoral. “Mordaz” será o grito de empoderamento das minorias representadas pelos artistas. Valéria Oliveira define o reencontro como instigante.

“A iniciativa é incrível, dá visibilidade especial ao trabalho criativo feminino. Acho que Camila Pedrassoli, que acompanhou o nascimento do Retrovisor, foi muito sensível ao perceber que já havia um movimento espontâneo e mais intenso da gente, integrantes do coletivo, no âmbito da composição e das interações virtuais desde o início do isolamento social. A sensação que deu era que esse reencontro estava pra acontecer e faltava apenas um empurrãozinho, alguém que estimulasse e desse um certo direcionamento”, disse.

Já Khrystal ressalta a alegria de estar junto novamente com os parceiros de música. “Quando Camila fez o convite, fiquei muito feliz com a possibilidade de me reconectar com meus parceiros e lançar coisas novas enquanto coletivo, já que nossa parceira sempre seguiu ativa nos trabalhos individuais. Tantos anos depois, me chegou como um presente que solidifica ainda mais nosso trabalho de compositores”, contou.

Simona também está feliz com o retorno. “Foi totalmente surpreendente o convite da Pólen. Deu uma felicidade pensar na possibilidade de criarmos juntos novamente, deu um colorido a esses dias cinzas”, celebrou.

O EP traz uma releitura da música “Mordaz”, além de três canções inéditas, compostas especialmente para este trabalho. Luiz Gadelha acredita que o single está no DNA do grupo. “‘Mordaz’ é uma composição de 2004 que compus para Simona cantar e o Retrovisor abraçou como uma canção para cinco vozes, cinco intérpretes.

Para esta nova versão, Khrystal gravou uma guia em casa, voz e violão, eu me inspirei com um beat feito no Ableton Live, coloquei uns riffs de piano e um baixo, e todo mundo adorou! Um arranjo simples, mas que agradou a todos, afinal os destaques dessa música são as nossas vozes.

Eduardo Pinheiro, que foi nosso técnico de P.A. há 13 anos, deu seu toque mágico na mixagem e masterização. As outras canções estão bem pinceladas por cada um de nós, versos, melodias e arranjos, cada um contribuiu com um pouco”, pontuou Gadelha.

Ângela Castro ressalta o processo coletivo de gravação. “As composições do EP foram feitas de forma coletiva, através de muitas mensagens e áudios via WhatsApp, unindo ideias de cada um. Os violões foram gravados por Valéria e Khrystal e as bases e baixo feitos por Luiz. Para gravar as vozes, nos encontramos no Estúdio Megafone com Eduardo Pinheiro. Contamos também com o olhar poético e sensibilidade das artistas Rita Machado na edição do vídeo e que também assina, junto à Priscilla Vilela, o roteiro e direção, e Mylena Sousa na captação de imagens e fotos”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.