BUSCAR
BUSCAR
Games
Among Us faz sucesso dois anos após estreia e atrai fãs durante isolamento
Jogo multiplayer tem boom em setembro com streaming de influenciadores da plataforma Twitch
Folha de S.Paulo
17/10/2020 | 17:42

Quando uma empresa independente de jogos criou o Among Us, em 2018, ele foi recebido com pouco entusiasmo. O game para multijogadores ficou fora do radar, como acontece com muitos jogos, até o segundo semestre da pandemia.

Ansioso para manter o público entretido durante a quarentena, Chance Morris, conhecido online como Sodapopin, começou a transmitir o game criado pela InnerSloth para seus 2,8 milhões de seguidores no Twitch em julho.

Em meados de setembro, o Among Us pegou fogo. De repente, grandes astros do YouTube, influenciadores do TikTok e streamers o estavam jogando. PewDiePie, James Charles e Dr. Lupo jogaram o game para milhões de espectadores.

Among Us é um jogo multijogadores no qual entre 4 e 10 pessoas são colocadas numa nave espacial alienígena. Cada jogador recebe um papel individual, como “tripulante” ou “impostor”.

Os tripulantes devem percorrer a nave e tentar concluir uma série de tarefas, enquanto tentam descobrir um ou vários impostores e evitar ser mortos por eles. Os jogadores podem ser eliminados por votos, por isso cada jogo é uma história de sobrevivência: a votação acertada nos impostores ou a conclusão de todas as tarefas dá a vitória a um jogador. É simples, parece desenho animado, e qualquer criança de 5 anos pode jogá-lo no celular.

Os jovens fãs de influenciadores da rede não estavam apenas assistindo a partidas de Among Us; eles também começaram a jogar. Milhões de adolescentes e crianças de todos os Estados Unidos se ligaram ao jogo, que começou a servir como plataforma social preferida de jovens presos em casa na quarentena.

“Algumas semanas atrás não se ouvia nada sobre ele, e hoje só falam nele em todo lugar”, disse Judah Rice, 16, estudante colegial no Texas. “As pessoas trocam mensagens sobre ele, conheço gente que está em servidores dedicados Discord e grupos de bate-papo do Among Us. Tenho amigos que se reúnem o tempo todo para jogá-lo.”

Servidores Discord do Among Us começaram a surgir no início de setembro. Em um deles, mais de 98 mil adolescentes se conectam, socializam, conversam e jogam. Benson, 13, um administrador do servidor, disse que com frequência há 30 a 40 jogos diferentes do Among Us acontecendo nos canais de voz do servidor.

“Todo mundo tem entre 13 e 20 anos”, disse ele. “Meus amigos jogam quando o professor não aparece para a aula online, é uma maneira de passar o tempo quando você não tem mais nada para fazer. Como não podemos realmente nos reunir em uma área pública como um parque, o Among Us permite fazermos o distanciamento social online.”

O Among Us é muito diferente de outros videogames altamente sociais como Fortnite, por exemplo. É mais parecido com um jogo de tabuleiro, como Monopoly, ou um jogo de festa como Werewolf, em que os jogadores precisam analisar personalidades e decidir se estão ouvindo mentiras. O grande tamanho do grupo facilita convidar novos amigos para entrar.

“Você pode conhecer muita gente no Among Us, eu fiz alguns amigos nele”, disse Juan Alonso Flores, 17, estudante colegial na Flórida. “Quando você começa a jogar com as mesmas pessoas, passa a conhecê-las, pega seus números de telefone, etiquetas do Discord…”

Não são só os adolescentes que estão se ligando através do game. Adultos que não podem mais ir a bares ou festas depois do trabalho também estão encontrando uma comunidade no Among Us. Ricky Hayberg, 36, escritor e apresentador do canal Internet Today no YouTube, que trata de cultura e tecnologia, disse que desenvolveu amizades mais fortes com pessoas que ele conheceu jogando nos últimos dois meses do que com as que ele conheceu offline nos últimos anos.

“No jogo surge uma conversa mais natural. É mais como um jogo de festa. Você está apenas curtindo com amigos, e o jogo é secundário”, disse Hayberg. “Para ser bom no jogo, você precisa saber se as pessoas estão mentindo ou dizendo a verdade, e conhecer sua personalidade em geral.”

O sucesso contínuo do game é ainda mais estimulado por uma série interminável de conteúdo relacionado na internet. Contas no Twitter como No Context Among Us e Among Us Struggle Tweets publicam memes sobre o jogo para centenas de milhares de seguidores. Vídeos no TikTok com o hashtag Among Us tiveram mais de 13 bilhões de visitantes.

“A moda continua crescendo porque todo mundo o está jogando”, disse Nicole Draper, 17, que posta memes do Among Us em sua página Bruhloon, no Instagram. “Minha página TikTok For You está lotada de memes do Among Us. As pessoas estão fazendo paródias e dublagens de cenas do Among Us. Ele ficou maior que qualquer outro jogo.”

Durante o crescimento do jogo, os streamers no Twitch continuam lhe dando força. “Se alguém tinha dúvida de que os streamers do Twitch eram influenciadores, nós provamos que é verdade”, disse Erin Wayne, diretor de comunidade de marketing do criador no Twitch.

Os fãs do Twitch assistiram mais de 200 milhões de horas de jogos Among Us na plataforma até agora neste ano. Nathan Grayson, escritor no site de games Kotaku, disse que o game foi desenhado de modo original, tornando-se mais interessante de assistir do que os jogos comuns de atiradores: os espectadores podem ver os influenciadores baixar a guarda e expressar como eles realmente são.

“O jogo tem a ver com fingimento e a personalidade das pessoas que jogam”, disse Grayson. “Ele traz de volta o espírito de estar em companhia dos amigos. É desenhado para que streamers joguem se eliminando, e eles também podem ter streams onde todos estão streaming em canais separados com seus públicos especulando em bate-papo sobre qual deles é um impostor.”

Phil Jamesson, 28, comediante que faz streaming no Twitch, disse que o game é semelhante a uma série como “Hot Ones”, em que os fãs podem ver suas celebridades favoritas abandonarem as aparências enquanto lutam para tolerar asas de frango cada vez mais picantes.

“Há uma barreira que é reduzida quando há emoções acentuadas. Quando alguém o está acusando de matar um amigo no game, você pode perceber quem eles realmente são, em oposição a como eles querem se apresentar”, disse ele.

As pessoas já estão usando a agitação em torno do game para fins políticos. A organização de defensoria progressista e comitê de ação política MoveOn tem transmitido jogos Among Us no Twitch com organizações como Justice Democrats e Crooked Media, e ativistas conhecidos para incentivar os jovens a votar.

“A organização virtual realmente está estourando agora”, disse Cameron Kasky, 19, estudante e ativista. “Among Us é um ótimo lugar para falar sobre qualquer coisa que você queira. Você tem o olhar e a atenção das pessoas, e o game não é tão complicado que você não possa conversar sobre a eleição. Ele deixa os espectadores visualmente envolvidos, enquanto você fala sobre o que quiser.”

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.