BUSCAR
BUSCAR
Alex Viana
Álvaro Dias definitivamente fora da disputa de 2022
Confira a coluna de Alex Viana desta sexta-feira 18
Alex Viana
18/06/2021 | 09:45

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), deu andamento a sua campanha “não sou candidato a governador”. Desta feita, passou das críticas ao elogio à governadora Fátima Bezerra (PT), dando a impressão com isso de que não intenta enfrentá-la nas urnas em 2022.

Em entrevista a uma emissora de rádio, Álvaro disse que “Fátima não está tão mal assim”, administrativamente falando. E que a petista “pode perfeitamente se recuperar”.

Com isso Álvaro espera aliviar a marcação cerrada que petistas fazem de sua gestão. Desde o início deste ano que o PT trabalha com foco em combater Álvaro, em declarações de aliados e nas mídias digitais, porque entendeu que o tucano seria potencial adversário na disputa de reeleição no ano que vem. Desde então, a militância do partido não dá sossego ao prefeito.

Álvaro Dias em verdade está mais que certo, quando opta por priorizar a sua gestão, em vez de usar a prefeitura como trampolim para chegar ao governo do Estado. Afinal, embora seja prática corrente a de renunciar para disputar outros cargos quando se é possível, ele foi eleito para governar Natal por quatro anos integrais.

Todo político sonha em ascender cada vez mais ao poder e nesse sentido Álvaro, que já foi deputado estadual, presidente da Assembleia e deputado federal, como prefeito da capital, sonha um dia ser senador ou governar o seu estado, senão os dois. Seria uma carreira política invejável, digna dos maiores políticos do Estado.

Recentemente ele chegou a declarar ao jornal Agora RN que poderá ser candidato em nível estadual, sim, mas algo a ser visto apenas quando encerra o mandato de prefeito, em 2024.

Álvaro está ciente de que para o seu currículo é mais interessante cumprir seu mandato integralmente. Sendo aliado do presidente Jair Bolsonaro, tem tido sucesso na obtenção de recursos federais para obras de envergadura em Natal. São obras vistosas e possíveis de serem concluídas no seu mandato o Terminal Turístico da Redinha, a Engorda da Praia de Ponta Negra e o Hospital Municipal. Além disso, a tão aguardada revisão do Plano Diretor da Cidade, que irá reordenar o crescimento e desenvolvimento da capital pelos próximos 10 ou 15 anos, também está sob a batuta de Álvaro.

Renunciar a tudo isso para se aventurar a uma candidatura ao governo, como fez seu antecessor Carlos Eduardo em 2018, seria abdicar de assinar esse legado, entregando-o, de bandeja, para sua vice, Aíla Cortez, prima da esposa do ex-prefeito, que o assinaria.

Além disso, deixar a prefeitura para ser candidato só seria interessante para Álvaro se ele tivesse como vice alguém que tivesse como único interesse apenas a eleição dele para o governo, o que por razões óbvias não é o caso de Aíla. Indicada por Carlos Eduardo, que demonstra estar no jogo sucessório de 2022, Aíla atuaria para ter, naturalmente, uma postura de gratidão ao marido de sua prima Andreia Ramalho, se contraponto, fatalmente, aos interesses de Álvaro.

Lula quer MDB
Em entrevista à imprensa, o ex-presidente Lula citou o MDB e o ex-ministro Garibaldi Filho, sinalizando para uma aproximação local, da mesma forma que ocorre em nível nacional entre PT e MDB.

Sem impedimentos
Lula costura alianças com vistas a sua candidatura a presidente da República. Conta com MDB em vários estados, sobretudo do Nordeste. No Rio Grande do Norte, MDB faz oposição construtiva ao governo Fátima.

Interlocução instalada
Quem ouve as lideranças locais do MDB, sabe que uma aliança com o PT não é algo distante de acontecer. E que, embora ainda não haja interlocução direta entre suas principais lideranças com a governadora Fátima Bezerra, existem interlocutores de peso entre as duas legendas.

Portas abertas
Um desses interlocutores é o senador Jean Paul Prates (PT). Jean tem conversado com Garibaldi frequentemente. Não existem portas fechadas para que o partido de Garibaldi apoie a reeleição de Prates.

Garibaldi vice
Nas especulações feitas em torno desta aliança, o MDB poderia indicar Garibaldi para a vice de Fátima. O fato é que as conversas estão apenas começando e tudo poderá acontecer.

Desarmamento
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, esteve na Assembleia Legislativa do Estado ontem, visitando o presidente, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Controle do PP
Fábio deverá ter o controle do PP no Rio Grande do Norte, mas, para ter o apoio de Ezequiel numa futura candidatura ao Senado, ele estaria disposto a abrir mão da presidência da legenda.

Resposta
Ezequiel declarou que o ministro do Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho, tem seu apoio para o Senado. Teria sido uma resposta a Fábio pela intervenção no PP.

Cobranças internas
O presidente do PT, Júnior Souto, foi cobrado por lideranças do partido para emitir uma nota se posicionando sobre as críticas do ex-prefeito Carlos Eduardo contra Jean Paul. No grau máximo da arrogância, Carlos disse desconhecer Prates.

Silêncio no PT
Os petistas que cobraram um posicionamento oficial do partido foram o secretário de Projetos Especiais Fernando Mineiro e a deputada federal Natália Bonavides. Até agora, o partido de Fátima e Lula não se pronunciou a respeito do episódio.

Marketing
O silêncio no PT dá a entender que o partido não quer fechar portas para uma eventual aliança com Carlos Eduardo. Mesmo que o ex-prefeito tenha criado gratuitamente uma peça de marketing contra eventual chapa entre Fátima e Carlos. Afinal, como votar numa chapa onde um diz que o governo do outro está fadado ao fracasso?

Assistência técnica
O prefeito Allyson Bezerra assinou nesta quinta-feira o termo de cooperação técnica para implementação do programa ‘Mossoró Rural’ junto com o Sebrae, que visa ofertar assistência técnica aos produtores rurais do município. O programa estima contemplar 1.100 produtores rurais e o investimento é de mais de R$ 1 milhão de reais, de recursos da Prefeitura de Mossoró e do Sebrae.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.