BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Alex Viana: Senadores da CPI não descartam a convocação do ministro Fábio Faria
Confira a coluna de Alex Viana desta quarta-feira 2
Alex Viana
02/06/2021 | 09:34

Bengala popular
Com Bolsonaro em declínio na opinião pública, cresce gestação de novo programa de transferência de renda no Palácio do Planalto. Algo como um novo auxílio emergencial ou até mesmo um Bolsa Família turbinado.

Fraco no NE
A pressão para a criação do programa é grande, sobretudo na base bolsonarista no Nordeste, onde o presidente “derrete” na opinião pública e se antevê grande dificuldade eleitoral para seu grupo.

CPI da Covid
A deputada estadual Isolda Dantas (PT) protocolou requerimento em que pede a suspensão da CPI da Covid na Assembleia Legislativa. “É um requerimento confuso e evasivo, fundamentado de forma equivocada. A natureza de uma CPI é avaliar irregularidades. O requerimento apresentado pela oposição busca responsabilizar a chefe do poder executivo sem apontar efetivamente quaisquer atos por ação ou omissão nas contratações em questão”, justificou.

Sem embasamento
Para embasar seu pedido, a parlamentar apontou supostas lacunas técnicas no pedido formulado pela oposição. “Trata-se de uma peça extremamente mal feita do ponto de vista formal, e absolutamente questionável do ponto de vista jurídico-político já que constam nas laudas acusações, calúnias e difamações, quando deveria haver elementos factuais para uma investigação, como pede a natureza de uma Comissão Parlamentar de Inquérito”.

Propaganda
O ministro da Propaganda, Fábio Faria, contestou reportagem que aponta que o governo federal gastou 10 vezes mais com campanhas publicitárias negacionistas, como o não fique em casa, por exemplo, do que com campanhas de incentivo à vacinação.

Foco negacionista
Reportagem de Agência Pública, veiculada ontem, aponta que o Ministério das Comunicações investiu R$ 20 milhões na campanha do tratamento precoce e R$ 30 milhões na de retomada das atividades econômicas, enquanto que a campanha de vacinação teve gastos de apenas R$ 5 milhões.

Convocação
De posse desses dados, integrantes da CPI da Covid no Senado não descartavam, até o fechamento desta edição, a convocação do ministro para falar sobre os gastos do governo federal com propaganda pública durante a pandemia.

Versão
Na sua contestação, Faria disse que a matéria é equivocada e que o governo federal gastou R$ 365 milhões em campanhas sobre a Covid, a maioria delas por meio do Ministério da Saúde. “Os materiais da Secom são complementares”, afirmou.

Silêncio
Por falar em Fábio Faria, o gestor máximo dos Correios ainda não se posicionou sobre a possibilidade de trazer o Hub dos Correios para o Rio Grande do Norte.

Proteção
A deputada federal Natália Bonavides (PT) se reuniu com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e o deputado federal André Janones (AVANTE-MG) para apresentarem a Pacheco a necessidade de o Senado pautar para votação e aprovar o projeto de lei que busca impedir despejos, desapropriações ou remoções forçadas durante a pandemia de Covid19.

Pauta
“Apresentamos ao presidente Rodrigo Pacheco a urgência de o Senado aprovar nosso projeto para impedir que pessoas e famílias continuem sendo colocadas nas ruas e expostas às infecções e mortes em decorrência do Coronavírus. O presidente Pacheco anunciou a perspectiva de pautar para votação na próxima semana”, afirmou Natália.

Apelo
Presidentes de instituições do turismo divulgaram nota nesta terça-feira ,1º, em que disseram ter recebido “com surpresa o anúncio da governadora Fátima Bezerra descartando Natal como uma das cidades-sedes da Copa América”. No documento, eles pedem “que o Estado considere ouvir quais são as especificações necessárias para a realização do evento e, só após ter conhecimento delas, emita uma decisão”.

Representantes
A nota é assinada pelos presidentes do Sindicato da Indústria de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN (SHRBS-RN), Habib Chalita; da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Abdon Gosson; do Natal Convention & Visitors Bureau, George Gosson; do Sindicato dos Bugueiros Profissionais do RN, Hertz Medeiros; e do Sindicato dos Guias de Turismo do RN, Júnior Lima.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.