BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Alex Viana: Ex-vereador de Parnamirim é condenado por captação ilícita de votos
Confira a coluna de Alex Viana desta quarta-feira 19
Alex Viana
19/05/2021 | 08:52

Medicamentos
Em depoimento à CPI da Covid no Senado nesta terça-feira 18, o ex-chanceler Ernesto Araújo confirmou que mobilizou a estrutura do Ministério das Relações Exteriores para a compra da hidroxicloroquina e afirmou que o processo contou com a atuação do presidente Jair Bolsonaro.

Mentira sobre a China
Ernesto também mentiu sobre seus atritos com a China, país fornecedor de matéria-prima para a fabricação de vacinas, e os ataques que ele próprio desferiu ao país asiático.

Repreensão
Nesse momento do depoimento ele foi repreendido pelo presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), que afirmou que o ex-chanceler estava “faltando com a verdade”.

Críticas à China
Ernesto Araújo já fez críticas à China e ao embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, enquanto comandou o Ministério das Relações Exteriores. Ele chegou a pedir a troca do embaixador chinês.

Defesa do aliado
Após discussão em redes sociais do deputado Eduardo Bolsonaro e o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, o ex-chanceler Ernesto Araújo saiu em defesa do filho do presidente Jair Bolsonaro e rompeu relações com Yang.

Negativa
No fim de março do ano passado, Ernesto enviou para Paulo Estivallet de Mesquita, o embaixador do Brasil em Pequim, um telegrama diplomático solicitando que ele entregasse um documento formal ao governo chinês pedindo a substituição de Yang. A solicitação foi feita em abril e reiterada em novembro. Pequim ignorou as solicitações.

Repercussão
Para o senador Jean Paul Prates, o ex-ministro tropeçou na verdade dos fatos. “Ele negou as declarações contra a China, que prejudicaram as relações com o Brasil. Lamentável, mentir parece fazer parte do DNA deste governo”, disse.

Comparação
Em reunião na Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa, o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN, Habib Chalita, voltou a cobrar ações concretas do governo do RN em prol do turismo potiguar. Segundo ele, “é uma pena ver nossos vizinhos usarem o turismo para levantar e sair da crise e aqui não”, criticou.

Setor de eventos
Chalita alertou para o número de desempregados no setor, que pode chegar a 80 mil quando fechar 2021, com total omissão do Estado potiguar. Ele lembrou que “os eventos estão numa crise sem precedentes”. “O segmento de eventos parece que ficou esquecido nas tratativas do Governo Estadual”, criticou.

Paraíba dando show
Por falar em desempenho de estados vizinhos, o governador da Paraíba, João Azevedo, comemorou o fato de o estado ter o segundo maior percentual do país de população plenamente vacinada contra Covid-19.

Perdeu só para RS
De acordo com os dados do Ministério da Saúde, 9,67% da população paraibana já recebeu a segunda da vacina contra a Covid-19. O vizinho do RN ficou atrás apenas do Rio Grande do Sul que tem 10,3% da população vacinada. São mais de 388 mil pessoas que já receberam as duas doses na Paraíba.

Marinho deporá
A Câmara dos Deputado aprovou nesta terça 18 a convocação do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, para dar explicações sobre o “orçamento paralelo” destinado a comprar apoio ao governo Bolsonaro no Congresso, também conhecido como Bolsolão. Marinho falará à Comissão de Trabalho, Administração e Serviços Públicos no dia 8 de junho.

Orçamento secreto
No requerimento de convocação, apresentado pelo petista Rogério Correia, destaca-se que o orçamento paralelo, “além de ferir gravemente as normas constitucionais que definem as emendas parlamentares impositivas, dificulta a fiscalização e controle por parte do Tribunal de Contas da União e da sociedade”. O ministério chefiado por Marinho é o principal canal de uso do orçamento secreto.

Inventário na Intertv
Mais uma informação da jornalista Thaisa Galvão. O juiz da 2ª Vara da Família de São Paulo determinou e a juíza da 5ª Vara da Família de Natal, Carmen Verônica Calafange acatou, a inclusão de Pedro Henrique Alves no inventário de Aluízio Alves. Pedro, filho mais novo do ex-deputado Henrique Alves com a ex-mulher Priscila Gimenez, é herdeiro direto de Aluízio, como acordado pelo próprio avô, em vida, de 3% das ações da TV Cabugi.

Afiliada da Globo
Ainda de acordo com Thaisa, com a decisão da justiça, fica penhorado, entre os bens deixados por Aluízio Alves e Ivone Alves, do quinhão ao qual Pedro tem direito no que se refere às cotas sociais da emissora. Entre o que foi herdado e o que negociou de partes dos irmãos, Henrique tem pouco mais de 20% da afiliada da TV Globo de Natal, porém, as cotas ainda estão em inventário que tem como inventariante, o caçula de Aluízio, Henrique José. Daí a decisão de incluir o nome de Pedro Henrique nessa parte do inventário.

Compra de votos
O TRE condenou o ex-vereador de Parnamirim Abidene Salustiano, atual suplente na Assembleia Legislativa, por captação ilícita de votos nas Eleições de 2018. O processo teve como base a Operação Cabresto, realizada na época das últimas Eleições Gerais pelo Ministério Público Federal e que apreendeu material de campanha de diversos candidatos junto a anotações com nomes, informações sobre votos e notificações para quitação de dívidas em um estabelecimento de ensino de Ceará-Mirim.

Cassação do diploma
Além da sentença de multa no valor de 10 mil UFIR, a Corte Eleitoral determinou a cassação do diploma de deputado estadual suplente, mantendo válidos os votos para o partido que o elegeu e para os demais candidatos.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.