BUSCAR
BUSCAR
Parnamirim
Taveira diz que ganhou opositores por não atender a “pedidos irregulares”
Sem citar nomes, gestor municipal disse que ganhou adversários políticos porque, quando assumiu a Prefeitura, em 2017, não autorizou a manutenção de privilégios
Redação
20/01/2020 | 10:44

O prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira, disse que alguns de seus opositores estão “desalinhados” com a atual administração porque tiveram “interesses quebrados”. Sem citar nomes, o gestor municipal disse que ganhou adversários políticos porque, quando assumiu a Prefeitura, em 2017, não autorizou a manutenção de privilégios e não atendeu a “pedidos irregulares”.

“Quem está desalinhado comigo é porque algum interesse foi quebrado. Se alguém chega na rua e está falando de Taveira, tem duas coisas: ou ele pediu alguma coisa irregular e eu não fiz ou então o interesse dele foi cortado. Privilégio eu tive de cortar aqui. Direitos, não”, afirmou o prefeito, em entrevista ao jornal Tribuna do Norte publicada neste domingo, 19.

Segundo Taveira, da mesma forma que antigos aliados agora estão na oposição, “gente de bem que estava do outro lado” – palavras dele – aderiram ao governo.

“Tem gente de bem, que estava do outro lado e agora está comigo, porque viu o comportamento, a nossa postura. Não se vê escândalo dentro de nossa gestão. O Ministério Público vem ao gabinete conversar”, destacou o prefeito, que admitiu ser pré-candidato à reeleição este ano.

Taveira criticou, ainda, seus antecessores na Prefeitura. Ele denunciou que, na área da saúde, Parnamirim perdeu cerca de R$ 15 milhões de verba federal “por falta de informações ao Ministério da Saúde”. “A saúde era totalmente analógica e hoje estamos colocando informática e internet em todas as 47 unidades de saúde, inclusive as 29 UBS”, rebateu.

O atual prefeito também condenou a falta de planejamento adequado na área da educação. “Hoje temos 67 escolas que dão para atender uma demanda de 30 mil alunos. Enquanto isso, temos duas escolas em Cajupiranga, uma com capacidade para 700 alunos e outra para 800 alunos, mas nós temos 300 alunos para as duas escolas. Então, foi mal administrado”, afirmou.

CRÍTICAS DE MAURÍCIO
Um dos aliados de Taveira na eleição de 2016, e que agora está na oposição, é o ex-prefeito Maurício Marques. Nas últimas semanas, o antecessor do atual prefeito tem disparado duras críticas à gestão municipal. Em entrevista à rádio Agora FM (97,9) em dezembro de 2019, Maurício chegou a dizer que se sentia traído por Taveira.

Maurício reclamou, por exemplo, da exoneração de sua mulher, Kátia Palhano, da Secretaria Municipal de Tributação em 2017 – o que ele entendeu como um gesto de “ingratidão” do à época prefeito recém-empossado Taveira. “Eu não consegui manter uma secretária-adjunta, que estava no cargo desde a gestão de Agnelo Alves (2001-2008), portanto, antes de mim”, enfatizou.

A mais recente crítica foi na semana passada, quando Maurício disse que Taveira “não está sabendo aplicar” recursos arrecadados pela Prefeitura, o que explica, segundo Maurício, a ausência de obras estruturantes em Parnamirim nos últimos três anos.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.