BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Garibaldi: “É bem provável” que MDB apoie Andréa Ramalho em Parnamirim
Ex-senador diz que eventual candidatura da mulher de Carlos Eduardo pode ser impulsionada pela memória que a população do município tem do ex-prefeito Agnelo Alves, que administrou Parnamirim entre 2001 e 2008
Redação
26/11/2019 | 15:19

O ex-senador Garibaldi Alves Filho, vice-presidente do MDB no Rio Grande do Norte, disse nesta terça-feira, 26, que “é bem provável” que o partido apoie a candidatura de Andréa Ramalho Alves, mulher do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, à Prefeitura de Parnamirim nas eleições de 2020.

Segundo Garibaldi, o apoio a Andréa nas eleições de Parnamirim poderá ser resultado de uma ampla aliança entre o MDB e o partido dela, o PDT. O ex-senador explicou que existe a possibilidade de uma espécie de uma “reciprocidade” de apoios. Segundo esse entendimento, em Natal, o PDT apoiaria o candidato do MDB (Álvaro Dias); enquanto que, em Parnamirim, o MDB apoiaria o nome do PDT (Andréa Ramalho).

Nas últimas eleições para prefeito de Parnamirim, o MDB apoiou a candidatura de Rosano Taveira (Republicanos), que acabou eleito. Em troca, o atual prefeito fez campanha na cidade para Garibaldi nas eleições de 2018 para o Senado. O então senador tentava a reeleição, mas conquistou apenas o 4º lugar (376 mil votos). Considerando apenas os votos de Parnamirim, Garibaldi foi ainda pior: terminou em 5º lugar.

Para 2020, a avaliação de Garibaldi Filho é que o contexto político mudou em relação a 2016. Ele afirmou que, agora, existe a perspectiva real de uma aliança entre MDB e PDT em Natal, com o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves apoiando a candidatura à reeleição do atual prefeito, o emedebista Álvaro Dias. “As circunstâncias se impõem. Com a aliança com o PDT em Natal, e levando em conta a realidade de Parnamirim e o seu grande eleitorado, isso pode levar a uma reciprocidade à pretensão de Andréa”, comentou o ex-senador, em entrevista à rádio Cidade.

Na opinião do ex-senador, a eventual candidatura de Andréa Ramalho à Prefeitura de Parnamirim pode ser impulsionada pela memória que a população do município tem do ex-prefeito Agnelo Alves, que era sogro na ex-primeira-dama de Natal. Agnelo administrou Parnamirim entre 2001 e 2008 e morreu em 2015, durante o exercício do mandato de deputado estadual.

“O ex-prefeito Agnelo Alves tem uma memória muito cultuada, reverenciada pela população. Isso deve ter levado Andréa a pensar que realmente poderia ter na memória de Agnelo o apoio do próprio Carlos Eduardo para levar sua mensagem de renovação, já que ela é jovem e está ingressando na política. Todo esse contexto tem que ser visto por nós do MDB”, continuou o ex-senador.

De acordo com Garibaldi, o apoio do MDB a Andréa ainda não está definido. Ele explicou que o assunto será discutido no momento oportuno, mas ressaltou que a aliança “é bem provável”. A ex-primeira-dama da capital, segundo o ex-senador, tem “qualidades” para “trazer uma nova perspectiva para Parnamirim”.

CANDIDATURA DE ANDRÉA

Atual secretária de Políticas Públicas para as Mulheres da Prefeitura do Natal, Andréa Ramalho ainda não admite oficialmente que vai disputar a sucessão do prefeito Rosano Taveira em Parnamirim, mas tem dado sinais de que vai concorrer ao cargo. Recentemente, ela oficializou a mudança do domicílio eleitoral para a cidade.

Uma das principais entusiastas da candidatura de Andréa e articuladora da pré-campanha, a vereadora Fativan Alves disse em entrevista ao jornal Agora Parnamirim que, nos bastidores, a ex-primeira-dama da capital já demonstra estar decidida a concorrer em 2020. “Ela já decidiu, sim, colocar o nome à disposição do povo de Parnamirim para disputar a majoritária (eleição para prefeita). Ela tem o apoio de Carlos Eduardo e dona Celina (sogra), enfim, de todos da família”, afirma a vereadora.

Além de Fativan, outras parcelas da oposição em Parnamirim têm defendido a candidatura de Andréa. A principal estratégia estudada é ligar a imagem da ex-primeira-dama da capital à figura do ex-prefeito Agnelo Alves, sogro dela, que administrou Parnamirim entre 2001 e 2008, com altos índices de aprovação. O ex-prefeito morreu em 2015, durante o exercício do mandato de deputado estadual, mas ainda aparece em pesquisas como liderança política.

Com o nome ventilado para disputar a Prefeitura de Parnamirim, a ex-primeira-dama de Natal tem intensificado os compromissos na cidade e as reuniões políticas. Com “jeito” de pré-candidata, Andréa tem conversado com lideranças da cidade e aparecido em eventos públicos na busca de viabilizar seu nome para a disputa do ano que vem.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.