BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2018
CPI identifica telefones que disparavam mensagens durante as eleições
55 mil contas de WhatsApp tiveram comportamento anormal durantes as eleições, podendo ser operadas como robôs
Redação
16/01/2020 | 15:29

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News no Congresso identificou uma lista com números de telefone do WhatsApp, onde disparavam mensagens em massa durante a campanha eleitoral de 2018. A identificação foi feita a partir de documentos que a empresa remeteu à comissão de inquérito em novembro do ano passado, de acordo com o portal UOL

Segundo representantes do aplicativo, das 400 mil contas que foram banidas por uso irregular durante esse período, 55 mil tinham comportamento anormal, podendo ser operadas por robôs. Dessas contas, 24 respondem pela maior parte das mensagens disparadas. Pelo menos três das contas possuem ainda estão ativas.

Embora os números destes perfis sejam de outros países (Estados Unidos, Vietnã, Inglaterra e Brasil), os IPs apontam que as mensagens foram enviadas em território brasileiro.

Das 24 linhas telefônicas de maior atividade suspeita indicadas pelo WhatsApp, seis são do Brasil e 18 do exterior. 16 contas eram usadas a partir de dois locais em São Paulo e um em Manaus, mostra a análise.

Os parlamentares querem chegar até os responsáveis pelas contas para intimá-los a depor e revelarem o que sabem sobre o esquema.

Em setembro do ano passado, uma rede de disseminação de fake news com uso de robôs pró-Bolsonaro que funcionou durante a eleição permanecia com 80% dos contatos ativos no WhatsApp.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.