BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Coluna do Agora Parnamirim: Aparências, nada mais
Confira os destaques da Coluna Agora Parnamirim, publicada na edição n° 7 do jornal Agora Parnamirim, de 17/06/2019
Coluna do Agora Parnamirim
17/06/2019 | 10:43

Na Câmara, o moído da semana foi a repercussão da não aprovação do projeto de emenda à Lei Orgânica que permitiria aos vereadores assumirem no Executivo cargos que não apenas o de secretário titular. Autor da proposta, o vereador Abidene Salustiano (PSC) diz ter ficado chateado com o comportamento dos colegas, que derrubaram o texto e, assim, dificultaram suas chances de assumir um cargo na gestão do prefeito Rosano Taveira.

A Coluna apurou, entretanto, que não foi bem assim. Tudo não teria passado de uma estratégia e de um grande combinado entre os parlamentares. O próprio Abidene, na verdade, não estaria mais interessado em se afastar da Câmara e teria agido nos bastidores para inviabilizar o próprio projeto para não se indispor com o primeiro suplente, Léo Lima. Será verdade?

SANEAMENTO

O deputado federal Fábio Faria (PSD, de costas) se reuniu na semana passada com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para solicitar a garantia de recursos para a continuidade das obras de saneamento básico em Natal e Parnamirim. “Acompanhamos bem de perto para que não haja nenhum tipo de contingenciamento ou paralisação dos trabalhos”, afirmou o parlamentar.

SEM ARGUMENTOS

Em Parnamirim, acontece o estranho caso da oposição que elogia o governo, já que tem pouco o que criticar. Sempre que ouvidos, os opositores de Rosano Taveira começam suas falas dizendo que a gestão tem conseguido organizar as finanças públicas. Só depois é que fazem suas ressalvas sobre a gestão. O prefeito sorri.

APELIDOS FAMOSOS

Os vereadores de Parnamirim são apelidados nos corredores da Câmara. Existe de um tudo, principalmente com relação aos novatos. Tem o “Poderoso Chefão”, o “Fariseu”, o “Mosca Morta”, o “Evangélico de Araque”, a “Pseudo Articuladora” e muitos outros. Mas o apelido mais famoso é o de uma vereadora que é conhecida por ser a “Leva e Traz” da Câmara.

 CONSENSO

Entre os vereadores, já existe um entendimento formado. Se querem que alguém saiba de uma história, basta falar com a Leva e Traz. Fale sobre a pessoa com ela, e a pessoa receberá a mensagem em segundos. Basta isso e se forma um verdadeiro ki ki ki.

ARTICULADORA – A MISSÃO

A Pseudo Articuladora recebeu uma missão esta semana e, como é adepta do princípio “missão dada, missão cumprida”, lá foi ela esta semana fazer o ki ki ki. Foi entregar ao primeiro suplente de Abidene, Léo Lima (PRTB), que haveria uma armação para a não aprovação da emenda à Lei Orgânica que poderia abrir brecha para Léo justamente assumir o mandato.

JUNTAS E SHALLOW NOW

Sabendo que não conseguiria fazer o ki ki ki sozinha, a Pseudo Articuladora convocou a Leva e Traz. Ao dizer para Léo Lima sobre a suposta armação, falou de forma tão convicta que pediu ao suplente para procurar a colega para checar a história. Tudo falsidade, pois as duas já estavam com tudo combinado.

PULANDO FORA

Nos bastidores da política de Parnamirim, a aposta é que, até o final deste ano, a base de sustentação ao prefeito Rosano Taveira vai desidratar. Os mais alvoroçados dizem que a baixa poderá ser significativa. “Vai sobrar uns 7 ou 8”, prevê uma fonte da coluna.

BONS NOMES

Cotada para assumir a Educação no início da gestão Taveira, o que não aconteceu, a experiente professora Delmira Dalva agora é adjunta da pasta. A Coluna deseja excelente trabalho a Delmira e Justina, dois excelentes nomes para gerir a educação no município.

DIÁRIAS PARAIBANAS

O portal Paraíba Já denunciou na semana passada que vereadores do município de Conde receberam diárias para ir a cursos de capacitação fora do estado, inclusive aqui no RN, mas não comprovaram que foram efetivamente aos eventos. O Tribunal de Contas de lá acompanha o caso e tem cobrado explicações. Os diplomas que os vereadores têm seriam fajutos, entregues pela empresa organizadora como parte de um esquema para desviar verba pública.

SEMELHANÇA

Pelo menos uma empresa que teria organizado os cursos em questão na Paraíba também organizou eventos para os quais vereadores de Parnamirim receberam diárias. A semelhança não para por aí, já que, aqui, os vereadores também não comprovam que foram.

CONTAGEM REGRESSIVA

O ex-prefeito Maurício Marques, que agora circula entre a oposição, está em uma espécie de “contagem regressiva”. Ele promete que, ao fim desse prazo (uns 30 dias), vai quebrar o silêncio que já dura dois anos.

NADA A VER

O engenheiro Walter Fernandes, atual presidente do PDT em Parnamirim, negou que haja aproximação entre o prefeito Taveira e o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, seu correligionário. Segundo Walter, a nomeação de Justina Iva para a Secretaria de Educação não foi uma indicação do partido.

GREVE GERAL

A vereadora Vandilma Oliveira (MDB, dir.) marcou presença na manifestação da última sexta-feira, em Natal, contra a reforma da Previdência e o contingenciamento de recursos federais na área da educação. “Enquanto houver vontade de lutar, haverá esperança de vencer”, escreveu a vereadora no Facebook.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.