BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Coluna de Renato Dantas: O pesadelo de todos os presidentes de câmaras
Confira os destaques da Coluna de Renato Dantas, publicada na edição n° 7 do jornal Agora Parnamirim, de 17/06/2019
Redação
17/06/2019 | 11:22

Jamais um presidente de uma casa legislativa conseguirá a proeza e a façanha de unir seus pares em razão da preservação do colegiado. Uma casa legislativa é contaminada pela pluralidade dos seus membros. Cada parlamentar, além de sua matriz ideológica, tem seus interesses eleitorais – que são divergentes e conflitantes.

O embate permanente gera uma disputa que, sorrateiramente, me faz lembrar o que disse o saudoso senador Dinarte Mariz: “Política é um empurrando e derrubando o outro”.

Aprendi uma regra básica quando fui presidente da Câmara Municipal de Natal, que é a seguinte: numa Câmara, quem não trai é traído. E no jogo da traição, sempre são traídos os que detêm o poder. Neste caso, o presidente sempre é quem está na mira dos traidores.

Disputas nos redutos eleitorais, cargos na Casa e na Mesa, indicações na Prefeitura, eleição da Presidência, inveja e vaidades são combustíveis da discórdia e da traição.

A Câmara Municipal de Parnamirim não é diferente das outras. O jogo é duro e mortal. Quem não souber jogar será sacrificado.

Como diz o pensador russo Vassili Rozanov, que é Rosano em russo: “Das grandes traições iniciam-se as grandes renovações”.

IPTU 1

A vereadora Professora Nilda (PRP, foto ao lado) demostrou total sensibilidade em propor e realizar uma audiência pública para discutir os critérios de cobrança do IPTU em Parnamirim.

IPTU 2

Apesar de ser uma questão extremamente importante, não compareceu nenhum representante da Prefeitura. Segundo uma fonte da Coluna, o prefeito Rosano Taveira determinou expressamente que seus secretários não comparecessem.

IPTU 3

Mas a ausência imperdoável foi a do Ministério Público, que não enviou um promotor de Justiça sequer. Nossa fonte informou que o Ministério Público atendeu a uma “recomendação” do prefeito Taveira.

IPTU 4

Um ponto alto da audiência pública foi a intervenção do advogado Iran Padilha. Demostrando conhecimento e segurança sobre a questão do IPTU, ele revelou distorções existentes na cobrança do imposto sobre as propriedades em Parnamirim. O advogado mostrou que não são claros os critérios de avaliação dos imóveis na cidade. Reclamou que há casas com preços avaliados pela Prefeitura acima do valor do mercado – o que tem elevado o IPTU para os proprietários.

Justina 1

Um fonte garantiu que a nomeação da ex-secretária de Educação de Natal Justina Iva como secretária de Educação de Parnamirim não teve nenhuma interferência do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves.

Justina 2

A nomeação de Justina foi uma manobra do prefeito Taveira para agradar o ex-prefeito de Natal. Taveira quer usar pessoas ligadas ao ex-prefeito Alves para atrair seu apoio. Mas Carlos Eduardo Alves não está querendo muito papo com Taveira, garante uma fonte da Coluna.

Volta

Conversando com este colunista, o ex-presidente da Câmara Municipal de Parnamirim Epifanio Bezerra não descartou a possibilidade de disputar um mandato na próxima eleição. Ele poderá disputar um mandato proporcional ou majoritário.

Força

A vereadora Kátia Pires (PTC) deu uma grande demonstração de força e prestígio popular no evento de comemoração dos 30 anos de Nova Parnamirim. Quem esteve presente percebeu como ela foi carinhosamente tratada pelas pessoas presentes.

Complicou 1

Analistas estão prevendo dificuldades para a vice-prefeita Elienai Cartaxo em 2020. Com divergências expostas publicamente com o prefeito Taveira, sua convivência no governo está cada vez mais complicada.

Complicou 2

Pelo fato de ter apoiado a candidatura do deputado estadual de Monte Alegre Kléber Rodrigues (Avante), Elianei se afastou de duas importantes lideranças evangélicas de Parnamirim: o pastor Elinaldo Renovato e o ex-deputado Antônio Jácome, que sempre estiveram com ela.

Apoio 1

Quem conversa na intimidade com o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves fica sabendo que não existe a menor possibilidade de ele apoiar a candidatura do prefeito Taveira em 2020 ou subir no mesmo palanque do ex-prefeito Maurício Marques.

Apoio 2

Carlos Eduardo Alves sabe que é o herdeiro do legado político e eleitoral do seu pai, o ex-prefeito Agnelo Alves. Ele tem consciência da sua força eleitoral em Parnamirim. Sabe perfeitamente que poderá eleger o futuro prefeito e, diante deste quadro, ele procura um nome novo para derrotar Taveira e Maurício. Para o ex-prefeito de Natal, os dois são traidores por não terem apoiado sua candidatura a governador no primeiro turno, quando ganhou a eleição em Parnamirim sozinho.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.