Pai mata filho de três anos e depois se mata em condomínio no bairro Tirol
Homem tinha se separado da mãe da criança e lutava pela guarda do menino na justiça. Depois do crime ele se matou
Por Redação - Publicado em 30/09/2015 às 06:34

Um crime chocante foi registrado em Natal nesta quarta-feira (30). Um homem de 33 anos, identificado como sendo o advogado Adriano Benvindo Neri, matou a tiros o próprio filho de apenas três anos em um condomínio no bairro do Tirol.

De acordo com as primeiras informações repassadas pela polícia, o suspeito, que se matou depois de cometer o crime, tinha se separado recentemente da esposa e perdeu a guarda do filho para ela. Nessa terça (29), o homem pediu para ficar o dia com o filho, o que foi autorizado pela mulher.

Entretanto, o suspeito não levou a criança no horário combinado. A mãe, então, foi no plantão judicial e pediu autorização para que a Polícia Militar pudesse entrar no condomínio. Chegando lá, a PM encontrou o homem e a criança mortos.

Segundo informações do Itep, Adriano Benvindo Neri foi encontrado com quatro tiros em seu corpo, sendo três no queixo e um no peito esquerdo, à altura do coração. Já o pequeno Felipe Furtado recebeu dois tiros no queixo. Todos os disparos foram dado com a arma encostada no corpo.

Felipe Furtado será velado a partir das 14, no Centro de Velório São José, no bairro de Lagoa Seca.

*Matéria atualizada às 13h