BUSCAR
BUSCAR
Xadrez
Líder do PCC no Rio Grande do Norte é localizado e preso em Recife
No Rio Grande do Norte, Jonias responde a processos por homicídio, tráfico de drogas e associação criminosa; ele é suspeito de ter praticado mais de 20 assassinatos
Redação
01/04/2019 | 12:25

A Polícia Civil de Pernambuco revelou nesta segunda-feira, 1º, a prisão do líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Rio Grande do Norte, Jonias Felipe da Silva Teixeira, conhecido como “Boneco Assassino”. Ele estava foragido.

De acordo com o delegado Alessandro Orico, Jonias, estava morando no bairro do Ibura, na zona Oeste do Recife, há cinco meses.

“Tivemos essa informação e montamos o levantamento de área. O localizamos e fizemos a prisão. No momento da abordagem, perguntamos o que ele estava fazendo aqui. Ele disse que estava foragido do sistema prisional potiguar, até mesmo porque estava jurado de norte, e aqui ele trabalhava como mecânico e fazia bicos, mas tivemos conhecimento de que ele estava traficando na área”, detalhou o delegado.

No Rio Grande do Norte, Jonias responde a processos por homicídio, tráfico de drogas e associação criminosa. Ele é suspeito de ter praticado mais de 20 assassinatos.

Após o cumprimento do mandado de prisão emitido pela Justiça potiguar, o suspeito foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel) e, segundo o delegado, expressou medo de ser transferido de volta para o sistema prisional potiguar.

“Ele disse que seria assassinado lá, porque ele realmente corre risco, e manifestou a vontade de permanecer preso em Pernambuco”, relata o delegado do caso. Com Jonias, foi apreendido um celular roubado.

Com informações do portal OP9.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.