Violência
Assaltantes são presos após fazerem motorista de aplicativo refém em Parnamirim
Caso aconteceu na noite desta sexta (8); junto com os criminosos foram encontrados uma pistola, um aparelho celular, além de R$ 119 em espécie, roubados da vítima
Por Redação - Publicado em 09/05/2020 às 11:16
Divulgação / PRF
Prisão aconteceu na noite desta sexta (8); um apistola foi apreendida com os criminosos
Publicidade
T rês assaltantes foram presos na noite desta sexta-feira (8) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), após terem feito refém um motorista de aplicativo. A prisão aconteceu por volta das 20h, nas proximidades do Instituto Federal de Educação (IFRN), em Parnamirim, na região Metropolitana de Natal. O motorista foi resgatado pelos policiais e o carro dele, recuperado.

De acordo com a PRF, uma equipe fazia um patrulhamento na BR 101, quando observou um veículo suspeito, do tipo Classic, de cor branca. Ao perceber a presença da viatura, o condutor do veículo entrou em uma estrada carroçável, às margens da rodovia e seguiu em alta velocidade.

O carro foi seguido pelos policiais. Depois de percorrer aproximadamente dois quilômetros, o veículo entrou em um matagal e caiu em uma vala. No carro estavam quatro homens. Um deles tinha as mãos amarradas. Era a vítima, que informou à PRF ter sido sequestrada.

Os três bandidos foram presos. Junto com eles foram encontrados uma pistola, um aparelho celular, além da quantia de R$ 119 em espécie, valor que, segundo os policiais, havia sido roubado da vítima.

Em depoimento à polícia, o motorista informou que recebeu uma chamada para uma corrida em Parnamirim. Chegando ao local, os três criminosos embarcaram no veículo e seguiram até o bairro de Emaús, onde foi anunciado o assalto.

A vítima foi amarrada e colocada no banco traseiro. O carro seguiu em direção a São José do Mipibu, na Grande Natal. O motorista relatou que sofreu ameaças de morte e que, durante o percurso, os assaltantes revelaram a intenção de praticar outros assaltos.

Os bandidos foram presos e encaminhados à Central de Flagrantes em Natal. Eles responderão pelos crimes de associação criminosa, sequestro e cárcere privado, além de roubo de veículo.

Publicidade
Publicidade