BUSCAR
BUSCAR
Posicionamento
Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte defende privatização da UERN
Desembargador Cláudio Santos também sugeriu outras adequações nos custos da máquina administrativa estadual para priorizar setores como saúde, educação e segurança
Redação
31/10/2016 | 12:23

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Cláudio Santos, defendeu a privatização da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) durante entrevista à Inter TV Cabugi nesta segunda-feira (31).

Segundo o desembargador, o Estado gasta atualmente R$ 20 milhões com o custeio da instituição. O valor seria reduzido pela metade caso o Governo oferecesse bolsas de R$ 1.500,00 (em média) para os estudantes que atualmente utilizam os serviços da Universidade.

Durante a entrevista o magistrado também defendeu outras adequações nos custos da máquina administrativa estadual, priorizando saúde, educação e segurança. Apesar de tudo, as discussões quanto a uma possível privatização da UERN jamais foram alimentadas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.