BUSCAR
BUSCAR
'Oscar'
Messi e Hamilton dividem prêmio e são nomeados melhores atletas do mundo
Jogador argentino e piloto britânico conquistaram o troféu Laureus, o “Oscar do esporte”, como os melhores atletas do mundo, no masculino
Redação
18/02/2020 | 01:04

Pela primeira vez, em 20 anos de premiações, o Laureus, o “Oscar do esporte”, nomeou dois concorrentes com o título de Melhor Atleta Masculino do Ano. O automobilista britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, e o jogador de futebol argentino Lionel Messi, do Barcelona, empataram em número de votos.

Seis vezes campeão mundial de Fórmula 1, Hamilton foi o primeiro a ser anunciado como vencedor. No palco, o atleta, de 35 anos, agradeceu à academia e ao público presente, e utilizou o espaço concedido para incentivar que nomes esportivos do porte dos presentes na premiação utilizem o poder para promover mais diversidade em qualquer modalidade esportiva.

“Esse momento é de grande honra para mim, ver todos vocês que me inspiraram. Eu cresci em um esporte que deu significado à minha vida. Agradeço a tudo que ele me deu, mas cresci nesse esporte que tem pouca diversidade. E é minha responsabilidade, e de todos nós, incentivar uma agenda com mais diversidade”, comentou Hamilton.

Além disso, o piloto agradeceu à equipe da Mercedes, por ter assinado o contrato quando ele tinha apenas 13 anos de idade.

Logo em seguida, foi anunciado que o argentino Lionel Messi, também com seis títulos de melhor do mundo, foi o outro vencedor da categoria. O capitão do Barcelona, de 32 anos, não pode comparecer na premiação, mas mandou um vídeo agradecendo o título.

“Queria me desculpar por não estar presente. É um prazer enorme fazer parte dessa entrega. Queria agradecer aos meus companheiros de campo e à minha família. Sem eles, nada disso seria possível”, disse o jogador.

Também concorriam nessa categoria o tenista espanhol Rafael Nadal; o piloto de motociclismo espanhol Marc Márquez; o jogador de golfe norte-americano Tiger Woods e o corredor queniano Eliud Kipchoge.

Nas outras categorias, o surfista potiguar Ítalo Ferreira, a skatista Rayssa Leal, a “Fadinha” e a Chapecoense, eram os representantes do Brasil na premiação. Ítalo e Fadinha concorriam a “Melhor Atleta de Ação”, mas perderam para a snowborder dos Estados Unidos, Chloe Kim, que venceu o Lareaus pela segunda vez.

Simone Biles, americana da ginástica artística, foi eleita a “Melhor Atleta 2020 no feminino”. O ciclista colombiano Egan Bernal levou o prêmio de revelação do ano.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.