BUSCAR
BUSCAR
Política

Voto vista sobre caso Anax será nesta semana. TRE vai mudar posição? Leia coluna Bastidores

Confira os destaques da coluna Bastidores da Política Potiguar publicada na edição desta quarta-feira 8 do AGORA RN
Redação
08/11/2023 | 05:00

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) marcou para a próxima quinta-feira 9 a retomada do julgamento do mandado de segurança em que o ex-candidato Anax Vale pede que sejam validados os 16,8 mil votos obtidos por ele para deputado estadual nas eleições em 2022.

O julgamento será reiniciado a partir do voto do desembargador Expedito Ferreira, que está com o caso desde 11 de outubro, quando pediu vistas. Até agora, só a relatora do caso votou: a juíza Maria Neíze Fernandes opinou contra o pedido feito por Anax Vale.

Dr Anax
Ex-prefeito Dr. Anax Vale, de Governador Dix-Sept Rosado, que tenta validar votos para deputado estadual - Foto: Reprodução

Em setembro de 2022, Anax Vale, ex-prefeito de Governador Dix-Sept Rosado, teve a candidatura a deputado estadual negada pelo TRE-RN. Ele foi barrado porque tem condenação por colegiado transitada em julgado por improbidade administrativa com dolo ao erário. Está enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Os votos obtidos por ele foram anulados.

O TRE-RN volta ao caso agora por um novo pedido de Anax Vale através de uma articulação do União Brasil.

Revisto

Quem entende de lei eleitoral e sentiu o clima da Corte Potiguar nos últimos dias aponta: a consideração posterior de votos já anulados pelo próprio TRE-RN não tem jurisprudência. Tanto que o próprio ministro do TSE Kássio Nunes mandou voltar recurso para o RN pois não cabia análise da Corte Superior. Será que o desembargador Expedito Ferreira vai considerar a contagem dos votos em um processo já concluído no TRE-RN. Seria uma mudança de jurisprudência do TSE, que deixa bem clara em sua Súmula 22: não cabe mandado de segurança quando houver recurso.

Mudança?

Quem aposta na mudança de ideia dos integrantes da Corte Eleitoral Potiguar? Qual o motivo? A relatora Maria Neíze Fernandes já deu parecer contrário. O presidente do TRE, desembargador Cornélio Alves, votou ano passado contra esses votos do União Brasil. O juiz Fernando Jales, que no julgamento em 2022 também concordou com o voto da relatora Érika Paiva, fechou a unanimidade contra Anax. O próprio Expedito Ferreira considerou nulos os votos do União Brasil.

Novos discursos

Com a pressão dos prefeitos que querem a manutenção da alíquota de 20% do ICMS no RN, como já é na Paraíba também, a oposição começa a ter um novo discurso. A deputada Cristiane Dantas (Solidariedade), que em 2015 votou pelo aumento de várias alíquotas durante o Governo Robinson Faria, afirmou que a manutenção da taxa não resolve os problemas financeiros do Estado e ainda dificulta a geração de emprego e renda. Em 2015, Cristiane não pensava assim. O articulador dos votos na Assembleia era o então vice-governador Fábio Dantas, seu esposo.

Outro argumento

Cativo na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado José Dias (PSDB) deu ênfase que o RN arrecadou R$ 790,8 milhões, um crescimento de 23,7% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando foi registrada uma receita de R$ 639 milhões. “Não há necessidade de manter essa alíquota quando o Estado está mantendo recordes de arrecadação”, argumenta José Dias. Em 2015, o decano também votou vários aumentos de impostos no Governo Robinson Faria, seu compadre.

TSE rejeita cassação de Moro por unanimidade
PL e PT acionaram a Justiça alegando abuso de poder econômico
22/05/2024 às 08:07
Taveira demite indicados de Kátia e Carol Pires na Prefeitura de Parnamirim
Exoneração em massa ocorre no momento em que Kátia mantém sua pré-candidatura a prefeita, apesar de Taveira apoiar Salatiel de Souza
22/05/2024 às 08:00
“Bizarrices técnicas” são usadas como argumentos para impugnar pesquisas, afirma sociólogo do RN
Daniel Menezes lembra que contestações deste tipo são motivadas por má-fé e constituem crime eleitoral, conforme nova Resolução do TSE
22/05/2024 às 07:53
Prefeitura do Natal celebra 2 anos do programa Banco de Alimentos
Ação de segurança alimentar beneficia 6.000 pessoas por mês e já distribuiu mais de 90 toneladas de alimentos
22/05/2024 às 07:43
Congresso Sesc de Educação possibilita formação de qualidade para profissionais e estudantes
Com programação atual e diversificada e valores acessíveis, conferência acontece entre 3 e 4 de julho, em Natal
22/05/2024 às 07:40
Gonçalves bate o pé e não apoia Paulinho: “Defendo candidatura própria do PL”
Deputado federal do PL afirma que é contra o partido apoiar Paulinho, a quem vê como “deputado do centrão”
22/05/2024 às 07:32
Cassado, Dallagnol diz que “corruptos não têm mais medo” de punição
Ex-procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol disse em comissão na Câmara que “corruptos não têm mais medo de serem punidos no Brasil”
21/05/2024 às 21:50
Polícia recaptura foragidos da Penitenciária Rogério Coutinho Madruga em Natal
Durante a operação, a Polícia apreendeu duas armas de fogo, munições e celulares em posse da dupla;
21/05/2024 às 21:31
“Ainda bem que a Boeing teve um desastre e não quis mais a Embraer”, afirmou Lula
Há quatro anos, empresa americana desistiu de comprar parte da brasileira
21/05/2024 às 21:14
STF anula decisões da Lava Jato contra Marcelo Odebrecht
Medida não comporta o acordo de delação firmado pelo empresário durante a operação
21/05/2024 às 20:36
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.