BUSCAR
BUSCAR
Mundo
VÍDEO: Policial chora após matar mulher que atirou nele em desfile dos EUA
Jovem de 19 anos teria atirado primeiro; a polícia tentou reanimá-la no local
IG
22/06/2021 | 18:29

No último sábado 19, um policial matou uma jovem de 19 anos, após a mulher ter atirado nele , na cidade de Flint, em Michigan, nos Estados Unidos. O tiroteio ocorreu enquanto a polícia trabalhava na segurança do desfile de Juneteenth.

Segundo a Polícia do Estado de Michigan, a jovem, Briana Sykes , dirigiu até o policial, parou o carro e começou a atirar no agente. O homem atirou de volta e os disparos foram fatais. Um vídeo que circula nas redes sociais flagra o momento exato do ocorrido. Após o tiroteio, o policial entra, visivelmente, em estado de choque.

Uma testemunha relatou à rede americana de televisão ABC12 News que viu a cena bem na sua frente. “Não vi se alguém atirou para fora do carro, mas vi o policial atirar no carro e percebi que ele reagiu como se tivesse ferido alguém mortalmente. Instantaneamente ele caiu no chão chorando. Eu senti que ele não queria fazer o que tinha que fazer “, disse.

A polícia tentou reanimar Sykes no local, sem sucesso. Ela foi levada a um hospital local e declarada morta.

Outros policiais e testemunhas presentes no momento, confirmaram que a jovem atirou primeiro . As causas do tiroteio são investigadas pela Polícia do Estado de Michigan e o atirador foi colocado em licença administrativa.

O desfile que ocorria no último sábado era em comemoração ao Juneteenth, um feriado anual que comemora o fim da escravidão nos Estados Unidos.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.