BUSCAR
BUSCAR
Vias esburacadas na capital exigem cuidado redobrado

09/03/2017 | 06:34

Quem roda pelas ruas e avenidas da capital sabe: o asfalto de Natal está uma buraqueira só, algo comum em períodos chuvosos, como o verão. Os buracos podem danificar seriamente pneus e componentes da suspensão dos veículos que circulam pela cidade.

Buchas, terminais, amortecedores, rodas e pneus são maltratados pelas condições ruins do pavimento e sofrem quando o carro cai em uma cratera. Um dos sintomas mais perceptíveis para o motorista quando há algum problema é a trepidação no volante, em geral causada por rodas desbalanceadas.

Outro problema recorrente é a direção “puxar” para um dos lados, o que indica a necessidade de alinhamento do sistema. Corrigir essas falhas custa cerca de R$ 120 em oficinas especializadas.

Além de melhorar o conforto para quem está no veículo, esse serviço previne problemas futuros, como desgaste irregular e acelerado dos pneus.

Em caso de impactos frequentes, os amortecedores começam a vazar fluido e a perder eficiência antes da hora. Se isso acontecer, será preciso trocá-los (sempre aos pares, no mesmo eixo).

As peças da dianteira para um Onix custam R$ 483 nas concessionárias Chevrolet. Esse valor é apenas das peças – não inclui a mão de obra.

As buchas e coxins de sustentação da suspensão também sofrem e podem deixar de fazer seu trabalho adequadamente. Com isso, a suspensão passa a fazer barulho e a dar pancadas secas de fim de curso. O kit com quatro buchas para um Chevrolet Cobalt sai por cerca de R$ 250.

Cuidado com as bolhas. Os pneus são os itens que mais sofrem com os buracos. Além de cortes e furos, que podem inutilizá-los, as pancadas causam as perigosas bolhas.

Nesse caso, a troca deve ser feita logo, já que pode haver ruptura da estrutura interna do pneu e vazamento de ar. Isso significa que se o pneu for submetido a um grande esforço, poderá estourar.

A dica é: se o carro sofrer pancadas fortes, procure um especialista o quanto antes para checar pneus e suspensão.

TOME NOTA

  • De olho na pista. Se os buracos estão em caminhos conhecidos, tente memorizá-los para evitá-los.
  • Escola de samba. Ruídos estranhos na parte de baixo podem indicar falhas. Procure logo uma oficina.
  • Alinhamento. Se o volante puxa para um dos lados, é quase certo que a direção tem de ser alinhada.
  • Balanceamento. Vibração no volante é sinal de rodas desbalanceadas. O reparo parte de R$ 120.
Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]m.br
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.