BUSCAR
BUSCAR
Política
Vereador Hermes Câmara propõe a reativação do Parlamento Metropolitano
Atuação tem o objetivo de apoiar o desenvolvimento de Natal e da Região Metropolitana
Redação
25/11/2023 | 09:33

O vereador Hermes Câmara (PSDB) propõe a reativação do Parlamento Metropolitano. Nesta sexta-feira (24), o primeiro vice-presidente da Câmara Municipal de Natal iniciou diálogos com representantes das câmaras dos municípios vizinhos à capital. A iniciativa visa fortalecer a cooperação entre as cidades da região em prol do desenvolvimento sustentável e da melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

Hermes considera que a realidade atual, a nível de Grande Natal, é de áreas conurbadas, com trechos na divisa entre duas cidades. Na prática, os prejudicados são os cidadãos que enfrentam dificuldades no acesso a serviços públicos, especialmente na saúde, educação e transporte. Ele propõe a reativação do Parlamento para retomar os debates sobre os temas que envolvem a Grande Natal e buscar soluções.

Inativo, o Parlamento Metropolitano da Grande Natal deveria funcionar como um instrumento estratégico para a discussão e implementação de políticas públicas que ultrapassam as fronteiras municipais, concentrando esforços na busca de soluções conjuntas para os desafios compartilhados entre os entes municipais.

Hermes enfatiza a importância de abordar questões que ultrapassam as divisas municipais, como mobilidade urbana, infraestrutura, segurança pública e preservação ambiental. O vereador destaca que a criação de um ambiente de diálogo e cooperação entre os municípios da Grande Natal é fundamental para enfrentar desafios comuns e explorar oportunidades de crescimento conjunto.

Com a reativação do Parlamento Metropolitano, Hermes propõe estabelecer um espaço dedicado à construção de soluções coletivas, alinhadas aos interesses e necessidades da população local.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.